Rondônia, segunda-feira, 23 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Domingo, 23 de Agosto de 2009 - 19h47

“Marina saiu do PT, mas não saiu da Frente Popular do Acre”

Altino Machado


“Marina saiu do PT, mas não saiu da Frente Popular do Acre”

O petista Jorge Viana, ex-governador do Acre e presidente do Conselho de Administração da Helibras, tentou minimizar o impacto da saída da senadora Marina Silva (sem partido-AC) do Partido dos Trabalhadores. Contudo, durante entrevista coletiva neste sábado, 23, Viana admitiu que a saída da ex-ministra do Meio Ambiente impôs o desafio de um “rearranjo” na coligação Frente Popular do Acre, que está a caminho da quarta gestão no governo estadual.

- Há uma nova história no Acre após a saída de Marina do PT. Mas é importante destacar que ela saiu do partido, mas continua na Frente Popular do Acre. Ela, inclusive, pediu para a gente levar o projeto adiante, porque é isso que tem o seu apoio.  Tudo envolve sentimento, história, passado e futuro. Nós ficamos para cuidar da herança do bem - afirmou Viana.

Veja também no Blog da Amazônia:

Partido Verde recepciona Marina Silva no Acre

Presidente do Fórum Empresarial de Desenvolvimento Sustentável do Acre, o ex-governador considera a possibilidade  de Marina Silva não concorrer a nenhum cargo eletivo, especialmente à Presidência da República, conforme convite feito pelo Partido Verde.

- Ela pode até ficar sem partido, mas jamais ficará sem causa. Sua decisão [de sair do PT] atende a um chamamento de uma causa de vida. É bom destacar que ela não está negando o PT. Quem pegar o caminho para estabelecer o confronto tomará o rumo errado - acrescentou.

Segundo Viana, uma eventual candidatura de Marina Silva à Presidência da República mexerá no jogo da sucessão, que deixará de ser uma eleição “bipolar, entre dois candidatos”.

- Será uma campanha diferenciada, haja vista que Marina tem um talento diferenciado e fora dos padrões. A candidatura de Marina seria muito pequena se fosse pautada no fato de ser contra ou a favor de uma candidatura, como andam dizendo. Sei que ela não se submeteria a isso. Não posso prever aonde ela chegará, mas sei que tem potencial para ir longe.

Ao afirmar que “somos do PT e somos disciplinados partidariamente”, o ex-governador deixou claro que está disposto a votar na ministra da Casa Civil Dilma Roussef, pré-candidata do PT à Presidência da República. Contrariando o que anunciara na imprensa local, Viana negou que tenha sido convidado para ser o coordenador da campanha de Dilma Roussef na REgião Norte.

Viana atribuiu os fracassos políticos do governo e do PT no campo nacional à “uma relação equivocada, que muitas vezes beira a irresponsabilidade” por causa do enfrentamento entre o PT e o PSDB.

- Isso obriga o presidente Lula a fazer alianças com partidos que estão a alguns degraus abaixo do que as duas agremiações pensam. As alianças com outros partidos obrigam o pragmatismo perverso e ruim. Creio que esse confronto nacional do PT e do PSDB é fruto do confronto em São Paulo, Estado onde os dois partidos nasceram e disputam espaço.

Viana lançou dúvidas sobre a composição da chapa majoritária da Frente Popular do Acre. O senador Tião Viana (PT-AC) atua como pré-candidato ao governo estadual desde que o irmão cumpria o segundo mandato de governador.

Na sexta-feira, durante visita do presidente Lula ao Acre, a platéia reservou poucas palmas para Tião Viana, mas o ex-governador foi ovacionado todas as vezes que teve o nome mencionado. Um ex-assessor chegou a gritar “volta, Jorge”.

A “chapa dos sonhos” do governador Binho Marques (PT) seria o senador Tião Viana concorrendo ao governo, tendo Jorge Viana e Marina Silva na disputa para o Senado.  Viana disse que nada está definido, sobretudo após a saída de Marina Silva. Uma declaração sutil do ex-governador lança incerteza sobre a candidatura do irmão senador:

- Tenho esperança de que o Tião, caso seja candidato ao governo, ganhe no primeiro turno. Nunca me ofereci para concorrer a nada. Sempre fui convidado. Se for convocado pela Frente Popular, estou pronto para entrar em campo.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions