Rondônia, domingo, 16 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 28 de Novembro de 2009 - 17h33

Ministro considera Ivo Cassol inocente

Walmir Miranda


Para o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Arnaldo Versiani, relator do processo que pede a cassação do governador Ivo Cassol, “não existem nos autos, provas que mostrem que o chefe do executivo rondoniense tenha tomado conhecimento do ilícito e dado seu consentimento para que o mesmo fosse levado adiante. Por isso, para ele (Arnaldo Versiani), Ivo Cassol não pode ser afastado do cargo”.  

MINISTRO CONSIDERA IVO CASSOL INOCENTE (2)

O ministro Versiani vai mais além: “dos autos o que se pode deduzir é que, apenas parentes dos donos da Empresa de Segurança Rocha foram beneficiados (Expedito Júnior, sua esposa e seu irmão) com a alegada compra de votos. Porém, isso não prova que Cassol teria participado diretamente do episódio ou que tenha tido ciência do fato aludido e mostrado sua concordância com os mesmos”.

MINISTRO CONSIDERA IVO CASSOL INOCENTE (3)

Foi por essas razões que o ministro do STJ, Arnaldo Versiani, votou recentemente pela absolvição do governador Ivo Cassol (PP), no plenário daquela Corte de Justiça.
Na mesma oportunidade, o presidente do TSE, Ayres Brito, votou pela cassação do chefe do executivo rondoniense. Para ele a culpabilidade do governador está caracterizada no bojo documental do processo que pede a sua cassação.
A votação, como se pode observar, está empatada em 1 a 1.

MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI PEDIU VISTAS DO PROCESSO

Por sua vez, o ministro Ricardo Lewandowski, vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral, pediu vistas do processo. Isso leva o processo a ficar fora da pauta do TSE por alguns dias, até que a sessão de julgamento seja reiniciada.

EXPECTATIVA AGOURENTA

Enquanto a absolvição ou condenação do governador Ivo Cassol (PP) não vem, permanece a expectativa agourenta contra o mesmo, da parte de seus desafetos políticos, que torcem para vê-lo fora do Palácio Presidente Vargas.
Já para grande parte da população rondoniense, principalmente, na maioria dos municípios interioranos, com cassação ou não, Ivo Cassol terá uma super votação nas eleições majoritárias de 2010, quando estará disputando uma cadeira para o Senado da República. E praticamente ninguém tem dúvida de que ele poderá se eleger.
Vale ressaltar que, se for cassado pelo TSE, Cassol ainda poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Quer dizer, ainda vai demorar algum tempo até seus adversários políticos verem-no fora do cargo de governador eleito e reeleito, como afirmam orgulhosos, os seus correligionários e assessores diretos.
Tem outro detalhe: se vier a ser afastado do cargo de governador, Ivo Cassol não ficará impedido de disputar às eleições majoritárias de 2010, vez que, a pena a ser aplicada é de, no máximo, três anos e já prescreveu.
Portanto, Cassol está tranqüilo quanto à condição legal que terá para se candidatar ao Senado Federal no próximo ano.
Isso, só não seria possível se ele viesse a ser condenado por outro tipo de crime (mais pesado), enquanto no cargo de governador do Estado. 
Por causa disso, já teria gente dando “chiliques e salamaleques” e até entregando a alma ao diabo, tamanho o inconformismo com a presença dele no posto político mais importante de Rondônia: governador.
É o que se escuta pelos quatro cantos do Estado. É, também, o que está na boca do povo. E, e a voz do povo segundo o ditado popular é a voz de Deus.
Outra observação: caso seja inocentado das acusações de compra de votos em 2006, Ivo Cassol terá de se afastar do cargo, para poder concorrer a uma vaga de senador. Isso poderá ocorrer nos primeiros meses daquele ano.
Nesse caso, assumiria o VICE-GOVERNADOR, João Cahúlla (PPS). Entretanto, existe um, porém, ele também deverá se afastar do cargo, já que é o nome escolhido por Ivo Cassol para sucedê-lo no Palácio Presidente Vargas.
E aí? Como fica a situação?
Simples: o presidente da Assembléia Legislativa poderá assumir o cargo de governador (renunciando o seu cargo na ALE, obviamente).
Mas... E, se NEODI OLIVEIRA (PSDC) não quiser assumir o mandato “tampão”?
Aí são outros quinhentos.
Poderá assumir (o governo) o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia.
É o que se depreende da Carta Magna estadual.
Aguardemos, pois!!!

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA (1)

Que ninguém se engane. A disputa em 2010, pelas 24 cadeiras de deputados estaduais será das mais difíceis do se possa imaginar.
É que, possivelmente, a maioria dos atuais deputados (se não a totalidade) deverá tentar a reeleição. Mesmo com vários deles sabendo que jamais voltarão as benesses do poder que alcançaram, mas que desperdiçaram por falta de empatia com o povo e, principalmente, por não terem sido fiéis as promessas feitas na campanha eleitoral de 2006. Esses sabem que “levarão pé-na-bunda”. É só uma questão de tempo. Tempo que já se aproxima célere e implacável, porque do julgamento popular nenhuma figura pública jamais escapará. Quer seja para a consagração, quer seja para a defenestração.
Porém, pelo menos uns oito (8) dos atuais deputados deverão se reeleger, sim. Estão fazendo um bom trabalho e poderão ser recompensado nas urnas em 2010.

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA (2)

E por falar nisso.
Verdadeiros “pesos-pesados” da política tupiniquim poderão vir a concorrer à Assembléia Legislativa no próximo ano.
Dentre as figuras importantes e com boas estruturas para enfrentar uma campanha eleitoral (segundo comentários nas rodas da capital e do interior) estariam: Lúcia Tereza (prefeita de Espigão D´Oeste), Carlinhos Camurça (ex-prefeito de Porto Velho e ex-deputado federal), Dr. Amado Rahal (médico e diretor do HB), Fernando Prado (grupo Uniron), vereador Jaime Gazola (grupo São Lucas), além de outros vereadores.
Fora outros nomes que ainda estão sendo mantidos em sigilo, mas que deverão vir para a disputa, principalmente no interior do Estado (dentre lideranças comunitárias, empresários e representantes de entidades classistas).
Não vai ser fácil para os atuais deputados estaduais se reelegerem. Podem ter certeza disso. Principalmente os de “fichas sujas”.

QUADRILHAS DE MARGINAIS INFERNIZAM A CAPITAL

As polícias Civil e Militar desdobram-se continuamente para arrefecer à criminalidade. Mas a situação parece piorar a cada dia que passa.
Somente neste ano já foram registrados mais de três mil furtos e roubos nos Distritos Policiais e na Central de Polícia, em Porto Velho.
A população já não sabe o que fazer.
À noite a situação piora, porque o policiamento ostensivo fica mais reduzido. Nas periferias mais distantes os cidadãos ficam entregues à própria sorte.
Os marginais estão assaltando, roubando, estuprando e matando em plena luz do dia.
Salve-nos Deus.   
 
CADÊ OS ABRIGOS PROMETIDOS NA CAMPANHA?

É a pergunta que os moradores de Porto Velho estão fazendo ao poder público municipal.
Centenas de paradas de ônibus não possuem abrigos para as pessoas se protegerem do sol ou chuva.
Causa dó ver senhoras com crianças de colo submetidas as intempéries da natureza nas paradas de ônibus. O mesmo ocorre em relação aos idosos e as crianças.
Isso é uma vergonha.
Cadê os abrigos prometidos para “a cidade de todos” durante a campanha eleitoral municipal passada? Cadê?

MOTOTAXI

É preciso regulamentar o quanto antes a situação dos mototaxistas.
Somente dessa forma serão retirados do meio dessa categoria os maus profissionais que estão colocando às suas vidas em risco e, principalmente, a de “corajosos” passageiros e passageiras, que utilizam motocicletas para se deslocarem de um lugar para o outro na cidade de Porto Velho.
Esses maus profissionais não respeitam as normas de trânsito, circulam em alta velocidade, fazem ultrapassagens perigosas, não respeitam a sinalização, dentre outras infrações.
É por isso que ocorrem tantos acidentes com mortes na Capital.
Portanto, o poder público e quem de direito deve se habilitar a fazer a regulamentação e regularização dos mototaxistas antes que mais lares continuem a ser enlutados.
É o nosso apelo.
************************************
A todos, um bom final de semana. Fiquem com Deus, que é sempre a melhor companhia!
************************************
ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!

     
 


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/ministro-considera-ivo-cassol-inocente)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions