Rondônia, quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Segunda, 24 de Março de 2008 - 15h55

Na Boca do Povo - por Walmir Miranda

Walmir Miranda


CASSOL Vs. AUDITORES FISCAIS (1)O assunto está na “ordem do dia”: o governador Ivo Cassol afirmou à Imprensa que vai mandar prender auditores que tentarem “pressionar” empresários rondonienses como forma de retaliação ao governo do Estado, por este não lhes ter concedido reajuste salarial.

CASSOL Vs. AUDITORES FISCAIS (2)

O governador declarou a Imprensa que, “quem se sentir prejudicado, ou tiver seu estabelecimento “invadido” pelos auditores fiscais deve chamar a Polícia Militar ou a Polícia Civil para prendê-los”.

CASSOL Vs. AUDITORES FISCAIS (3)

“Não temos a menor possibilidade de atender o pleito dos auditores, que pretendem um reajuste que, se concedido, elevaria seus salários atuais de R$ 12 mil para até R$ 20 mil, mensalmente, em detrimento das demais categorias funcionais do Estado. Não temos recursos para isso. Se assim viéssemos a agir findaríamos por inviabilizar o pagamento de todos os servidores estaduais, de forma regular, como estamos fazendo”, disse o chefe do executivo rondoniense.

CASSOL Vs. AUDITORES FISCAIS (4)

“Lamentamos a greve que os auditores fiscais deflagraram e com isso estão prejudicando o Estado e sua população. Por isso, iremos à Justiça para salvaguardar os direitos do Estado nessa questão. Eles já estão ganhando um salário quase igual ao Governador, mas não estão satisfeitos. Querem mais, sem se importarem com a realidade do que arrecadamos e das despesas que temos com folha de pessoal, encargos sociais e pagamentos de despesas, além dos investimentos que precisam ser feitos nos 52 municípios rondoniense, aos quais Rondônia é forçado a honrar por força de Lei e, também, para não incorrermos em desobediência à Justiça. Aliás, entre esses auditores fiscais tem gente ganhando salário elevado, que não merece”, enfatizou Ivo Cassol.

CASSOL Vs. AUDITORES FISCAIS (5)

Os auditores fiscais por sua vez, continuam com a greve decretada junto à categoria, ou seja, só estão atuando nos denominados “serviços essenciais”. Parecem aguardar de forma consciente o confronto com o Poder Executivo, ou seja, batendo de frente com Ivo Cassol.

CASSOL Vs. AUDITORES FISCAIS (6)

Há quem diga que os auditores poderiam vir a revelar os “porquês” de suas pretensões em busca do propalado reajuste salarial.

Comenta-se também que, eles estariam de posse de informações (econômicas e financeiras) que lhes dariam respaldo para a decretação da greve. Sobre modo, com base na arrecadação que o Estado de Rondônia estaria obtendo mensalmente há algum tempo.

Pelo sim, pelo não, a questão promete “lances inusitados” para os próximos dias.

E pelo visto, a “queda de braços” pode demorar um pouco mais.

Uma coisa é certa: o governador afirmou e reafirmou que não negocia com grevistas e que não existe qualquer possibilidade de conceder o reajuste salarial pretendido para a classe dos auditores fiscais de Rondônia.

INCRA Vs. SOLDADOS DA BORRACHA

Carlindo Lima, diretor-superintendente do INCRA-RO, revelou esta semana que, “aproximadamente 80% dos 750 lotes destinados pela referida instituição aos ex-soldados da borracha apresentam situação de inadimplência, ou seja, seus proprietários estão com débitos junto a União. Nessa condição/situação os ex-soldados da borracha não podem vender ou fazer qualquer negócio com essas terras. E que, a perdurar a dívida, os lotes podem retornar ao domínio do INCRA, novamente.”

Em sendo assim, os interessados devem procurar a sede do INCRA, em Porto Velho, a Av. Lauro Sodré, às proximidades da Superintendência da Polícia Federal, para obterem orientações de como regularizar a situação.

Pena que o Incra não tenha publicado uma relação contendo os respectivos endereços dos lotes que foram destinados aos ex-soldados da borracha. Isso, inclusive, leva a crer que muitos desses “heróis esquecidos” poderiam sequer estar sabendo onde ficam às suas terras.

Isso é deveras lamentável, com quem já fez tanto por essas paragens do Brasil.

CADÊ O PROCON?

Segundo o que consta do Código de Defesa do Consumidor é obrigação dos proprietários de Postos de Combustíveis, assim como de outros estabelecimentos comerciais afixarem os preços dos produtos oferecidos aos consumidores.
Porém, isso não está sendo obedecido em inúmeros estabelecimentos comerciais, num frontal desrespeito aos consumidores, que muitas vezes “são ludibriados”, ou então, findam comprando “gato por lebre” no “jargão” popular.
É o caso de se perguntar: cadê o PROCON, que não faz valer o peso da Lei para esses infratores?

MOTO-TAXI EM PORTO VELHO

Pode negar quem quiser. Mas que os “serviços” de Moto-Taxi estão a todo vapor em Porto Velho, estão.

A situação precisa ser analisada com a atenção que merece, porque da forma como está é ILEGAL.

Portanto, o legislativo portovelhense (Câmara de Vereadores) precisa agir para resolver essa “pendenga” o mais urgente possível.

Até mesmo para evitar que a classe dos taxistas seja prejudicada pelas ações ilegais de “moto-taxistas”, ou para acomodar as duas situações, se for o caso.
Também, para que se evite acirramento de ânimos e acontecimentos nefastos, como os que já ocorreram em municípios do interior de Rondônia, num passado não muito distante. Lembram? Pois é.

NARCOTRÁFICO

Os tentáculos do narcotráfico estão por toda parte. A polícia trabalha incessantemente para desarticular bocas de fumo, prender traficantes e consumidores de produtos alucinógenos. Mas quanto mais isso ocorre, mais fatos semelhantes se repetem.

Tem gente vivendo à custa da desgraça alheia, mediante à venda de cocaína, maconha, crack, LSD e o escambau.
Tudo porque, quem entra nesse “caminho negro” não tem mais saída. Destrói a própria vida e se torna um tormento para a família. Pior: se não tem recursos para bancar esse vício terrível, se transforma em ladrão, assaltante e, até assassino.
Mas há que se elogiar o trabalho das Polícias Civil (especialmente do DENARC), Militar e Federal, e também, da Polícia Rodoviária Federal que nos últimos meses apreendeu grandes quantidades de produtos alucinógenos nas rodovias que cortam o Estado de Rondônia, além de ter colocado atrás das grades um monte de traficantes, “mulas e aviões” desse comércio maldito.

ENCONTRO NACIONAL DE JORNALISTAS: CONFEA/CREA´S

No período de 17 à 18 deste mês, em Brasília-DF, o Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA) realizou o 8º. Seminário de Comunicação, Marketing e Eventos, sob a coordenação da Superintendência de Comunicação e Marketing, dirigida pela jornalista Anna Fonseca Politis. A mesa dos trabalhos contou com as presenças de personalidades como: Ricardo Antônio de Arruda Veiga (presidente em exercício do Confea, em virtude do licenciamento do presidente Túlio de Melo, (candidato a reeleição), Aluísio Ferreira de Souza (presidente do CREA-AL), Luiz Alberto Freitas Pereira (presidente do CREA-AP), Jonas Dantas dos Santos (presidente do CREA-BA), José Augusto Fázio (presidente do CREA-DF), Raymundo José Aranha Portelada (presidente do CREA-MA), Francisco Alberto Pessoa de Carvalho (presidente do CREA-RN), João Bosco Pereira Duarte (presidente do CREA-RR), Gustavo Lange (presidente do CREA-RS), José Wellington Costa (presidente do CREA-SE), Altemar Roberto Barbosa Freitas (presidente em exercício do CREA-ES), Ângelo da Costa Neto (presidente da Mútua / Caixa de Assistência), Ênio Padilha (coordenador da equipe de marketing do Confea) dentre outros. O presidente do CREA-RO, Geraldo Sena Neto foi representado pela Eng. Civil Reth Mary Passos Ayres, coordenadora de assuntos institucionais da referida regional.
O evento discutiu temas relacionados, sobre modo, com a ampliação da dinâmica de divulgação dos trabalhos e ações do Confea e Crea´s através das mídias televisiva, radiofônica, eletrônica e impressa; melhoria para as ações das Assessorias de Comunicação/Regionais; discussão e aprovação da Resolução/Confea para implantação do PRODACOM; atualização sobre tipos de produções jornalísticas no âmbito das regionais (CREA´S); WEC-2008, em Brasília, no mês de dezembro; eleições 2008 para as diretorias do Confea e Conselhos Regionais de Engenharia, Arquitetura e Agronomia; noções específicas sobre Marketing e Eventos (formas e organização).

ORGANIZAÇÃO ELOGIADA

Com a participação de jornalistas e dirigentes de CREA´S de 20 estados, o “8º. Seminário Nacional de Comunicação, Marketing e Eventos” foi elogiado por todos os presentes, posto que, seus objetivos foram plenamente alcançados do ponto de vista institucional e operacional, além de ter servido para estreitar ainda mais as relações entre o Conselho Federal e suas entidades Regionais.

SUCESSÃO MUNICIPAL

O “caldeirão político” está subindo de temperatura. A sucessão municipal, em Porto Velho, ganha corpo a cada dia que passa. Para muitos o prefeito Roberto Sobrinho (PT) já estaria reeleito. Principalmente pelo apoio que poderá ter de PMDB, PDT e PSB no pleito de outubro vindouro.
Para outros, todavia, o alcaide não terá tanta facilidade assim.
Deverá enfrentar um “arco de aliança política” muito forte, sobre modo, em torno do nome do deputado federal, Lindomar Garçom (PV), que dentre outras coisas deverá contar com o total apoio do governador Ivo Cassol, cuja consagração política se tornou indiscutível em todo o Estado.
O mistério maior nesse contexto é sobre: quem será o “VICE” de Sobrinho ou de Garçom. Nomes existem aos montes. Mas a coisa está em segredo de “sete chaves”. Talvez porque as convenções ainda não definiram as suas nominatas para a Câmara de Vereadores.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions