Rondônia, quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quarta, 09 de Abril de 2008 - 12h06

Na Boca do Povo - por Walmir Miranda

Walmir Miranda


ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (1)A Polícia Federal acaba de realizar mais uma de suas temidas operações em diversas partes do Brasil. Rondônia foi incluída, também, mais uma vez. Desta feita foi levada a efeito a “Operação Titanic”, através da qual foram presas 22 pessoas (06 em Rondônia, 03 em São Paulo e 13 no Espírito Santo). Portanto, de 23 Mandados de Prisão, a PF cumpriu 22. Restando ser preso o empresário capixaba, Antônio Cláudio, Diniz de Oliveira dos Santos, que está nos Estados Unidos e a qualquer momento poderá ser localizado pelo FBI. Esse, sem dúvida foi mais um acontecimento ruim para Rondônia e sua população, porque resulta em manchetes negativas na mídia estadual e nacional, face as personalidades que atingiu.
ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (2)
E porque se tem de pensar assim?
Simples, desta feita foram presos em suas residências ou em seus locais de trabalho, em Rondônia: Mário Calixto Filho (dono do jornal O Estadão do Norte, o mais importante do Estado); Cassol Júnior (filho do governador Ivo Cassol); Alessandro Cassol Zabott (sobrinho do governador), Rogério Moreira, Edcarlos Tibúrcio Pinheiro e Ronaldo Benevides dos Santos. Pesa contra os mesmos a suposta acusação de envolvimento com uma quadrilha que agia a partir do Estado do Espírito Santo, no Terminal do Peiú, (região metropolitana de Vitória), utilizado como suposto pátio de negócios ilegais, sob a liderança de ADRIANO MARIANO SCOPEL e PEDROB SCOPEL (pai e filho), donos da empresa Tag Importação e Exportação de Veículos Ltda. Essa empresa é uma das maiores importadoras de veículos de luxo do País, com tentáculos em vários estados brasileiros, inclusive, em Rondônia.
ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (3)
Vale destacar que, Pedro Scopel é o detentor da exploração do referido Terminal Portuário, na cidade de Vitória, no Espírito Santo.
Também que, as pessoas presas em Rondônia foram levadas para o Espírito Santo, pela Polícia Federal, para serem ouvidas pelo Procurador da República, Hélder Magno da Silva, responsável pelas investigações. Para lá também foram removidas as que foram presas em São Paulo, em mais esta “espetaculosa operação” do DPF, o mais temido órgão policial do País.
ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (4)
No caso de Mário Calixto Filho, consta que o mesmo estaria sendo acusado (segundo o decreto prisional) de tráfico de influência, crime capitulado no Art. 332 do Código Penal Brasileiro.
Pior nessa confusão toda é que, uma emissora de televisão do País, noticiou que Mário Calixto Filho é suplente do senador EXPEDITO JÚNIOR, cometendo um erro “cavalar”, pois Mário foi, sim, suplente do hoje no ostracismo ex-senador AMIR LANDO.
Portanto, EXPEDITO JÚNIOR (PR) foi atingido por tabela, não se sabe se por maldade ou incompetência de quem fez a reportagem.
Também por isso, a “Operação Titanic” transformou-se em acontecimento ruim para Rondônia. Não se pode dizer o contrário, lamentavelmente.
ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (5)
Como já era de esperar o “rebuliço maior” ficou por conta do envolvimento do nome do governador de Rondônia, Ivo Cassol, nessa “rebordosa” toda, posto que, seu filho também resultou preso pela Polícia Federal. E um sobrinho do governador, também.
ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (6)
De imediato, como é de seu feitio, o governador Ivo Cassol, concedeu entrevista à Imprensa, oportunidade em que esclareceu que, “seu filho é inocente e isso será provado”.
Acrescentou ainda: “os empresários Pedro Scopel e Adriano Scopel mantiveram um encontro com ele, no Rio de Janeiro, quando estava de férias na “cidade maravilhosa” – embora infestada de dengue -, oportunidade em que lhe apresentaram a idéia de instalarem em Rondônia a instalação de uma montadora de veículos. E ainda naquele dia, foram almoçar juntos, oportunidade em que revelei a intenção de adquirir um veículo importado”, disse o governador de Rondônia.
ACONTECIMENTOS RUÍNS PARA RONDÔNIA (7)
Enfatiza Cassol, “que os referidos empresários disseram na oportunidade, que eram importadores de veículos estrangeiros no Brasil e poderiam viabilizar o negócio. Só que eu não sabia que eles eram investigados pela Polícia Federal por sonegação de impostos. Eles também haviam travado conhecimento com o meu sobrinho Alessandro Cassol Zabott e meu filho. Portanto, nada mais, além disso. Nenhum dos dois pediu ou possibilitou qualquer “benefício ou facilidades” para que Pedro e Adriano Scopel instalassem em Rondônia uma empresa montadora de veículos (motos) de sua propriedade, em Guajará Mirim. E ainda acrescentou que, o filho queria adquirir um automóvel Chorokee, mas que o negócio não chegou a ser fechado. Apenas isso. Por isso acredito que a inocência de meu filho será provada perante à Justiça e os fatos serão devidamente esclarecidos”.
COMEDIMENTO
Ivo Cassol foi comedido em suas palavras e em instante algum disse que a situação poderia se traduzir em algum tipo de “incidente” por questões políticas, mesmo por ele se tratar de pessoa pública. Lamentou a prisão de seu filho e de seu sobrinho pela Polícia Federal.
OUTRAS “REBORDOSAS” (1)
A população de Rondônia sabe que, há poucos dias atrás, dois fatos envolvendo ações da Polícia Federal no Estado, também ganharam as manchetes nacionais e internacionais.
OUTRAS “REBORDOSAS” (2)
O primeiro deles, com o “escândalo” envolvendo a empresa EUCATUR – União Cascavel e Turismo -, em razão da aquisição de veículos usados, como se novos fossem, ou seja, chassis estariam sendo colocados em carcaças velhas. Mas o preço era pago como se os veículos fossem “zero quilometro”. Pelo menos foi isso que chegou ao conhecimento da Imprensa. A Polícia Federal fez, na oportunidade, a apreensão de documentos e dinheiro na residência dos Gurgacz em Porto Velho, Ji-Paraná, Manaus e Paraná. Lembram?
O processo continua em fase de instrução e coleta de provas junto à Justiça Federal, vez que, versa sobre possível sonegação fiscal e possível evasão de divisas.
OUTRAS “REBORDOSAS” (2)
O segundo escândalo veio à tona, com a atuação repressiva do governo federal contra as empresas madeireiras de Rondônia. A coisa “ficou preta” para empresários e trabalhadores desse setor no Estado, pois muitas empresas foram obrigadas e fechar suas portas e despedir mão de obra, face acusação de depredação e danos incalculáveis a floresta Amazônia e ao seu ecossistema.
Um dos empresários atingidos foi o deputado estadual NEODI CARLOS OLIVEIRA, atual presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia (eleito e reeleito pela maioria de seus pares, até janeiro de 2.011). Sua empresa madeireira foi praticamente fechada, em Machadinho do Oeste, a cerca de 320 quilômetros de Porto Velho, Capital do Estado.
OUTRAS “REBORDOSAS” (3)
E, num passado não muito distante, quem não se lembra dos fatídicos acontecimentos ocorridos em 2006, com a desmoralização total do Parlamento Estadual, após denúncia do governador Ivo Cassol contra parlamentares que queriam ganhar R$ 50 mil, mensais, dos cofres públicos, como forma de “barganha” para apoiarem as ações do governo dentro da Assembléia Legislativa?
OUTRAS “REBORDOSAS” (4)
E mais tarde, também, com outra operação da Polícia Federal, que culminou com as prisões do presidente da ALE, Carlão de Oliveira; do presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, Sebastião Teixeira; de um juiz de 1ª. Instância/TJRO, José Jorge; do Procurador de Justiça, Carlos Vitachi; do conselheiro do Tribunal de Contas de Rondônia, Adílson da Silva; do então sub-chefe da Casa Civil do Governo, Carlos Magno e, de funcionários graduados da Assembléia Legislativa. Quem não se lembra daquele pesadelo para Rondônia e sua população? Mesmo já estando em liberdade, essas pessoas tiveram suas vidas praticamente destruídas. Poucas conseguirão se reerguer outra vez no cenário público rondoniense. É o que está na boca do povo, por todas as partes do Estado.
EXPECTATIVAS FUTURAS
Assim, por mais que não se queira fazer algum tipo de “juízo de valor” sobre os fatos acontecidos nos últimos tempos em Rondônia é impossível ignorá-los, face à gravidade deixada por suas conseqüências.
E quem paga por isso, certamente, é o povo, a massa trabalhadora, que adotou está unidade federativa como seu torrão natal.
Em Rondônia fincaram raízes e laboram o progresso e o desenvolvimento com o suor do próprio rosto e muitos calos nas mãos.
Como fugir disso?
Não tem como, pois da história ninguém pode fugir. Ela (a história) é intangível como a velhice e a morte. Todos, inexoravelmente todos caminham nessa direção. Ricos ou pobres, abastados ou miseráveis, úteis ou inúteis... Porém, iguais aos olhos de Deus.
Pena que alguns, tomados pela usura das fortunas materiais, acumuladas na terra, só pensem em armazenar poder e mais fortunas, sem se importarem com os valores essenciais a felicidade do ser humano. As exceções são raríssimas.

ELEIÇÕES ATÍPICAS

E que ninguém se engane. Em outubro, vindouro, Rondônia terá eleições minoritárias (para prefeitos e vereadores), totalmente atípicas de quantas por aqui já ocorreram. Quem pensar ao contrário vai “perder o bonde da história”. Isso vai ocorrer em função do surto de desenvolvimento que será proporcionado pela chegada das hidrelétricas do Rio Madeira, pela interligação (por terra) da parte Oeste da Amazônia Ocidental ao Oceano Pacífico, pela interligação da Amazônia, por terra, também, através da BR-319 e, quiçá, pela ponte sobre os rios Mamoré e Béni (Bolívia), no município de Guajará Mirim.
Quem viver, certamente verá.
ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!
*********************************

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions