Rondônia, sexta-feira, 20 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quarta, 18 de Junho de 2008 - 11h55

Na Boca do Povo - Por Walmir Miranda

Walmir Miranda


AREIA MOVEDIÇA Vs. SERPENTÁRIO POLÍTICO (1)

Por mais que se esforce, no sentido de unir todas as alas existentes no partido, o senador Valdir Raupp (PMDB) não consegue erguer com sucesso absoluto a “bandeira da paz” dentro da sigla, principalmente na Capital, onde o ex-presidente do diretório municipal, Neri Val Pedraça, continua liderando uns tantos rebelados. Assim, como se vê, o terreno político do PMDB em Porto Velho tem aspecto movediço e, mais que isso, de um serpentário, tamanha a desunião que alguns de seus membros passam à opinião pública.

AREIA MOVEDIÇA Vs. SERPENTÁRIO POLÍTICO (2)

Em assim sendo, mais uma vez, o PMDB apesar de sua história e importância no contexto político do País, em se tratando de Rondônia, poderá ir mesmo as urnas este ano, dividido. A divisão ocorre porque um grupo de peemedebistas não acha justo que o partido, com o prestígio político que possui não lance candidatura própria à prefeitura da Capital. Durma-se com um barulho desses.

AREIA MOVEDIÇA Vs. SERPENTÁRIO POLÍTICO (3)

Nessa questão muitos peemedebistas, também, estão se perguntando: por que Neirival Pedraça e outros membros do partido não somam com as idéias e ações do senador Valdir Raupp, que vem lutando pela união do PMDB em Rondônia, e teimam em ignorar que hoje ele é a sua maior expoência política?

Perguntam também: de onde poderia vir o apoio financeiro, substancial, para bancar uma candidatura, isolada, do PMDB na Capital, se por ventura ela tivesse condições de prosperar?
Mais: quem teria convencido Neirival Pedraça, e encutido na sua cabeça, que ele, no momento, reuniria condições de vencer uma campanha eleitoral para prefeito de Porto Velho, sem o apoio do alto “clero” do PMDB?

E ainda: quais as grandes legendas partidárias que lhe acompanhariam nessa tresloucada idéia, para enfrentar candidaturas fortes oriundas de partidos como PT, PSB e PV, por exemplo?

Essas são perguntas difíceis de serem respondidas, embora se tenha de respeitar a capacidade profissional, a militância política e as idéias de Pedraça.

AREIA MOVEDIÇA Vs. SERPENTÁRIO POLÍTICO (4)

Areia movediça e serpentário político à parte, nas hostes do PMDB de Porto Velho, há que se reconhecer que PMDB e PT já estão de “braços dados” com vistas às eleições majoritárias de 2010. Só não vê isso quem não quer.
Esse desenho no cenário político é bastante nítido a partir de Brasília, ou seja, das executivas nacionais dessas duas legendas.

Também, porque o PMDB sabe de suas reais possibilidades de vir a eleger o futuro presidente da República, na sucessão do presidente Lula. E porque o PMDB já mostra sinais evidentes de que não mais se contenta em “servir de muleta” para o PT, principalmente, dentro do Congresso Nacional.

Portanto, para 2010, nada obsta que a situação se inverta: PMDB na cabeça de chapa, com o PT de vice. Porém, tem quem duvide disso, porque o PT se acostumou com o poder. Tanto isso é verdade que o presidente Lula quase emplaca a idéia de um terceiro mandato.

Aí, então, dizem os entendidos em marketing político, o serpentário entraria em agitação total, porque já surgem focos dentro do PT favoráveis a que o mesmo lance candidatura própria ao governo, postulando, outra vez, o mais importante cargo político do País.

Mas tem quem duvide disso, também.

ESTRATÉGIA

Para os peemedebistas mais empedernidos, o que está em jogo, desde agora é a estratégia do partido para chegar fortalecido às eleições de 2010, nos 52 municípios rondonienses, quando o eleitorado elegerá o sucessor de Ivo Cassol, 02 senadores, 08 deputados federais, 24 deputados estaduais e respectivos suplentes. Além do vice-governador.
Aliás, Raupp, por enquanto, diz que não disputará o governo de Rondônia em 2010. Mas dentro do PMDB, todos sabem que o nome mais forte para a disputa continua sendo ele, sim.
Detalhe: no caminho deste combativo senador está um político chamado IVO CASSOL, reeleito com expressiva votação, e cuja equipe administrativa mostra-se cada vez mais azeitada, com vistas aos resultados a serem alcançados no pleito de 2010, quando o próprio governador também terá chances de eleger seu sucessor, tornar-se senador da República e ainda levar consigo a segunda cadeira de senador que estará em jogo.
É com essa realidade que o PMDB de Valdir Raupp vai se defrontar, daqui a dois anos e meio.

Portanto, se o PMDB não parar com as suas “brigas internas” e apagar a “figueira de vaidades” que continua desarmonizando o partido, não será novidade nenhuma se a “vaca for pro brejo” novamente.

Será que o episódio Amir Lando já foi esquecido?
Amir foi deputado estadual, ministro da Previdência Social, senador e arremedo de candidato ao governo de Rondônia pelo PMDB. Porém, agora amarga um terrível ostracismo. Não está pior porque ficou rico de dinheiro e de saúde. No PMDB, pouco ou nada se fala a respeito do seu nome.

EXPLICAÇÕES NÃO CONVINCENTES

Por outro lado, a população, principalmente o eleitorado portovelhense está assistindo de camarote às tentativas, tanto do PMDB, quanto do PT, no sentido de explicar que os dois partidos estão unidos tão unicamente por convicções doutrinárias e partidárias. E não por “compra disso ou daquilo”, muito menos apoio à administração petista liderada por Roberto Sobrinho, cujos vassalos já afirmam que sua reeleição vai ser fácil, fácil.

Essas explicações fazem efeito bumerangue, ou seja, servem apenas para a população dar risadas e, até mesmo se afastar das duas legendas, porque ninguém, em sã consciência vai acreditar que o PT deu duas secretarias (Meio Ambiente e Esportes) de graça ao PMDB, sem ter em troca o apoio peemedebista na Câmara Municipal e a nível de Congresso Nacional. Verdade ou não?

UNIR FORMA SEU PRIMEIRO DOUTOR (1)

“O fato é inédito na história da instituição, e representa uma elevação da qualidade de ensino na Universidade Federal de Rondônia,” Com essas palavras o reitor Januário Oliveira mostrou sua satisfação pela conquista obtida pelo médico Mauro Shugiro Tada, cuja tese de doutorado foi defendida com êxito, segunda-feira pretérita (16), no auditório do Prédio da Reitoria (centro).

A banca examinadora foi formada pelos professores doutores: Luiz Hildebrando Pereira da Silva (orientador da UNIR / IPEPATRO), Erney Plessmann de Camargo, da Universidade de São Paulo (USP), Jesus Fernandes Pontes (Coordenador), da Universidade Federal do Mato Grosso, Aluízio Rosa Prata, da Universidade de Uberaba (MG), Ana Lúcia Escobar (UNIR), e José Rodrigues Coura, da Fundação Oswaldo Cruz (RJ).

UNIR FORMA SEU PRIMEIRO DOUTOR (2)

Vale destacar que o referido evento, deu-se em função das atividades desenvolvidas na UNR através do Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimental (PGBIOEXP), mediante a defesa da primeira tese de doutorado, sob o tema: “ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS DE MALÁRIA EM ÁREAS RIBEIRINHAS, URBANAS E SUBURBANAS DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO – Ensaios Preliminares de Inovação em Métodos de Controle”, pelo doutorando Mauro Shugiro Tada.

“Para nós, disse o reitor Januário Oliveira, isso representa a consolidação do Programa de Pós-Graduação na Amazônia Ocidental. Também, porque a tese representou a conclusão de um ciclo de pesquisas que se desenvolveu por cinco anos, sob a coordenação do Dr. Mauro e que, certamente, abre diversos aspectos que exigem o desenvolvimento de novas pesquisas na área mencionada, ou seja, em biologia experimental”.

PSB - PC do B - PSDB

Pois é.

Um “passarinho”, desses que só bebem água mineral gelada, revelou ao colunista que Mauro Nazif (PSB), David Chiquilito (PC do B) e Hamilton Casara (PSDB) continuam travando intensos entendimentos nos bastidores, com vistas à possibilidade de virem a compor o “mesmo palanque” nas eleições de 05 de outubro vindouro.

Melhor dizendo: esses três partidos poderão vir a se coligar. Só que, Mauro Nazif, do alto dos seus mais de 40.000 votos para deputado federal não abre mão de ser cabeça de chapa para prefeito. Já o PSDB, imaginem, gostaria que o “cabeça de chapa” viesse a ser David Chiquilito com Nazif de “vice”. Pode?
O remédio é aguardar para ver no que essa “fogueira de vaidades” vai dar.

HAMILTON CASARA

Apesar das palavras bonitas na televisão, durante os informes publicitários do PSDB, ainda permanece a dúvida se Hamilton Casara será ou não candidato à sucessão de Roberto Sobrinho (PT). Tem gente apostando que isso não irá se confirmar. O risco da “peia” ser muito dolorida, nas urnas, queimaria os poucos “destaques” que ainda restam ao PSDB no Estado. Faz sentido.

Porém, vale salientar que, quem coligar com o PSDB terá alguns minutos de “tevê” bastante precisos no horário eleitoral.

Será que o PSDB aceitaria indicar o vice na chapa de Mauro Nazif? Ou será que irá de vice na chapa de David Chiquilito (PC do B)?

Como em política tudo é possível o remédio é aguardar.
Outra pergunta: se houver segundo turno, para que lado optarão os partidos PSB, PSDB e PC do B (que já faz parte da administração de Sobrinho)?

Também é bom não esquecer que Mauro Nazif poderia ser trabalhado como a “segunda opção de Ivo Cassol” a prefeitura de Porto Velho. Os comentários são fortes em relação a essa possibilidade, já que Garçom (PV) deve mesmo ser confirmado como o “candidato chapa branca” do governador.

É o caldeirão político aumentando a sua ebulição.

GARÇOM

Continua trabalhando muito o pré-candidato do PV a prefeitura da Capital.
Entretanto, para muitos está faltando maior articulação entre sua assessoria e os munícipes.
É o que ouvimos em muitas partes do município de Porto Velho.

PONTE DA VERGONHA

A ponte de madeira que interliga pontos importantes entre os bairros: Nacional e São Sebastião na parte Norte da Capital, está em condições perigosíssimas. Pessoas que estão sendo forçadas a utilizar essa ponte estão sob o risco de cair nas águas de um igapó na área e morrerem afogadas, principalmente, crianças quando vão e quando retornam da escola. O igapó, segundo relato de testemunhas está cheio de cobras, piranhas, sapos e outros bichos a espreita de suas vítimas.

Até agora o poder público não se manifestou para resolver a grave situação.

Bem que o Ministério Público poderia interceder nessa questão, antes que famílias sejam enlutadas por algum tipo de tragédia oriunda dessa vergonha com a qual a população dos bairros Nacional e São Sebastião está sendo forçada a conviver.
Isso é uma vergonha.

ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!
*********************************************************************

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions