Rondônia, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Segunda, 06 de Outubro de 2008 - 19h11

NA BOCA DO POVO - POR WALMIR MIRANDA

WALMIR MIRANDA


Cumprida a obrigação cidadã dos eleitores rondonienses, principalmente, na Capital há que se respeitar o resultado as urnas.

Se possível, deixar questiúnculas pessoais de lado e admitir que, democraticamente, o eleitorado elegeu para continuar à frente da Prefeitura Municipal de Porto Velho o petista Roberto Sobrinho, que queiram ou não os seus adversários políticos soube utilizar os recursos federais destinados ao município. Transformando-os em obras e serviços que caíram bem aos olhos da população.

Melhor dizendo: o prefeito reeleito soube pulverizar a cidade de Porto Velho com pequenas e médias obras, de sorte que para a grande maioria dos munícipes, a estratégia de trabalho resultou na satisfação de quase cento e vinte mil eleitores, que resolveram continuar acreditando que a administração municipal está sendo bem conduzida. Em que pese pequenos percalços que vieram a ser explorados pelos seus oponentes políticos.

Só que, quando o povo quer, ninguém o impede de dar seguimento ou mudar o curso da história onde existe o Estado Democrático de Direito. Foi o que aconteceu: Roberto Sobrinho (PT) se elegeu com larga margem de votos sobre os seus adversários, numa prova insofismável que, para a população as realizações auferidas até aqui pelo petista, efetivamente, estão contribuindo para a melhoria a qualidade de vida da população. Daí o resultado acachapante saído das urnas.
Venceu o favorito. Sem choro, nem vela.

E não apenas isso. Os partidos que fizeram parte do “arco de apoio político” a Roberto Sobrinho também lhe possibilitarão administrar com serenidade, porque, no mínimo, ele poderá contar com o apoio de 8 a 9 vereadores eleitos para a Câmara Municipal de Porto Velho, numa renovação jamais esperada pelas figuras mais experientes da política tupiniquim.
Significa dizer que, “velhas raposas”, agora terão de voltar ao “batente” em suas aptidões profissionais, que não aquela “desempenhada” a partir do cargo de vereador e suas benesses.

O povo, sábio em seu julgamento, se encarregou de fazer a defenestração daqueles que, certamente, não trabalharam a contento para o bem estar da coletividade como um todo.
Nada obsta em relação a isso. Afinal de contas à vontade do eleitorado é soberana. Agora, a “Inês” é morta. Eleição municipal só daqui a quatro anos. Não adianta chorar e nem fazer beicinho, não.

Roberto fez o que os seus antecessores não souberam fazer: mostrou para a população, através da mídia, o que está realizando. Fez isso com todas as letras. Resultado: a maioria da população de Porto Velho provou que está satisfeita e por isso conferiu-lhe um novo mandato, a iniciar-se em 1o. de janeiro de 2009 até 2012.

Que fique a lição de que, não basta apenas criticar a administração municipal por qualquer coisa. É preciso mostrar os erros e apontar sugestões para que os mesmos venham a ser solucionados, sem sofismas ou ódios gratuitos que não levam a nada.

Também, não adianta apenas criticar para depois querer barganhar isso ou aquilo junto ao executivo municipal. Esse tipo de “moeda de troca” está fora de moda.

O PT mostrou o peso da sua militância. Soube explorar a figurar do presidente Lula no horário eleitoral, e nesse sentido impediu a “carona” que Lindomar Garçom tentou pegar.
Soube, também, apresentar um marketing melhor que os seus adversários, que na maioria das vezes, ao invés de mostrarem propostas preferiram partir para ataques, que só serviram para “irar” ainda mais o eleitorado contra os mesmos. A Exceção foi David Chiquilito (que se quiser, será Deputado Estadual em 2010, com os pés nas costas).

Aos perdedores resta ter humildade para aprender com a lição deixada pelas urnas. Repensar e reformular conceitos. Sobre modo, porque daqui a pouco haverá eleição majoritária para Presidente da República, Senador, Deputado Federal, Governador e Deputado Estadual.

E que ninguém se engane, a luta pelo cargo de governador será das mais acirradas. Nela estarão frente a frente o “frentão” formado pelo PT, PDT e PMDB (que resultou fortalecido nessas eleições municipais) e o “time” que está sendo formado para ser comandado por Ivo Cassol (futuro senador da República).

Além do pessoal da chamada “terceira via”, que acha que pode ter “topete” para enfrentar Cassol, Raupp, Fátima Cleide & Companhia.

Resta desejar que o prefeito reeleito e sua equipe, após o aprendizado do primeiro mandato possam realizar um trabalho ainda mais substancioso em prol do bem estar da comunidade portovelhense, sobre modo, obtendo mais recursos do Governo Federal para atender as tantas e tantas necessidades da população. E que as dezenas de obras que estão em andamento sejam concluídas o quanto antes, pois a eleição já passou e não será necessário arrasta-las até o pleito eleitoral de 2010, certamente.

No mais, que os espíritos sejam “desarmados”. Que os descontentamentos sejam postos a público apenas no terreno das idéias e do diálogo. E sobre modo, que a bancada federal de Rondônia no Congresso Nacional, de forma unida e coesa direcione suas ações ao que dela a população rondoniense espera. Que jamais os interesses pessoais se sobreponham aos interesses coletivos.

Assim, Rondônia e sua população só terão a ganhar.

VEREADORES

Na oportunidade, o colunista quer cumprimentar os novos vereadores e vereadoras que foram eleitos e eleitas para a Câmara Municipal de Porto Velho. A renovação foi grande, como grande será a responsabilidade de encaminharem projetos que venham a viabilizar um futuro melhor para o nosso município.

De forma especial, cumprimentamos o colega jornalista Marcelo Reis e a sindicalista ELLIS DO SINDEPROF.

Ambos obtiveram expressivas votações. São experientes e possuem talento suficiente para fazerem um excelente trabalho em prol do município de Porto Velho e sua população.
O primeiro é profissional de Imprensa, com reconhecida atuação na Capital rondoniense.

Ellis Regina, apesar de pertencente a um clã familiar humilde, porém, honrado, teve o reconhecimento e o apoio de um grande número de servidores municipais, principalmente, da SEMUSP (os garis), por sua destacada atuação à frente do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Porto Velho (SINDEPROF), do qual é presidente (porém, estava afastada em razão do pleito eleitoral). Ellis Regina venceu mais um grande desafio em sua vida.

Venceu porque como pessoa humilde que é, jamais abdicou da presença de centenas e centenas de servidores humildes da Prefeitura Municipal, e também daqueles que tem estado esquecidos nos distantes Distritos Municipais ao longo do Baixo Rio Madeira e das rodovias que cortam, geograficamente, o município de Porto Velho. Parabéns!

REVEJA A RELAÇÃO DE TODOS OS VOTADOS NA CAPITAL




ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/na-boca-do-povo-por-walmir-miranda-51262)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions