Rondônia, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quinta, 15 de Janeiro de 2009 - 15h38

Na Boca do Povo - Walmir Miranda

Walmir Miranda


BASE AÉREA E GRIFO TEM NOVOS COMANDANTES

Ocorreu na manhã do dia 14 do mês corrente, na sede da Base Aérea de Porto Velho, a passagem de comando daquela unidade da Aeronáutica, bem como, do Esquadrão Grifo. Assumiu o comando da BAPV, o Tem Cel. Av – Jason Sakai em substituição ao Cel Av – Sérgio Roberto de Almeida. Já o Esquadrão Grifo passou a ser comandado pelo Ten Cel Av – Carlos Alberto Gonçalves, que substituiu o Tem Cel Av – Augusto César Abreu.
A solenidade foi presidida pelo Major-Brigadeiro do Ar – Jorge Cruz de Souza, comandante do VII COMAR, e contou com a presença de destacadas personalidades estaduais e municipais.

HISTÓRICO

O Tenente-Coronel Aviador Jason Sakai nasceu no município de Anápolis – GO. Ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 01 de fevereiro de 1983. Já exerceu as seguintes funções:
* Oficial de Navegação do 1º./4º. e 1º./14º. GAV
* Oficial de Manutenção do 1º./4º./GAV
* Oficial de Comunicação Social do 1º./14º. e da BAFZ
* Oficial de Planejamento e Controle do 1º./14º./GAV
* Comandante de Esquadrilha, do 2º./5º./GAV
* Chefe da Seção de Licitações da BAPV
* Oficial de Operações do 2º./3º./GAV
* Chefe da Seção de Controle de Operações Aéreas da BAPV
* Comandante da 2ª. Esquadrilha de Ligação e Observação
* Adjunto ao A-1 e A-2 da III Força Aérea
* Comandante da GSB da BAPV.
OPERACIONALIDADE
• Líder de Esquadrão da Aviação de Caça
• Piloto e Instrutor de Defesa Aérea
• Instrutor Operacional de Caça
• Instrutor de Vôos de Aeronaves F-5E, C-95, R-99A e R-99B. Totalizando mais de 3.500 horas de vôo.
Dentre as condecorações recebidas: Medalha Militar de Prata; Menção Destaque Operacional Prata; Mérito Santos Dumont. Todas concedidas pelo Comando da Aeronáutica. Também recebeu a Medalha do Pacificador, concedida pelo Exército Brasileiro.

COMANDANTE DO GRIFO

Por sua vez o Tem Cel Av – Carlos Alberto Gonçalves, novo comandante do GRIFO/BAPV, tem em seu currículo o registro de importantes cargos exercidos e no que concerne a operacionalidade:
• Líder de Esquadrilha e Esquadrão da Aviação de Caça
• Piloto de Caça
• Combate eletrônico
• Instrutor de vôos nas aeronaves T-27, AT-26, Mirage III-D e A-29B
• Padronização de Instrutores de Vôo.

A ambos o colunista deseja profícua atuação nos postos assumidos e se junta as considerações de apreço manifestadas pelo ex-piloto de aeronaves e atual Coordenador de Patrimônio do Estado, Marcos Soares dos Santos (Marcão).

DR. AMADO RAHAL Vs. HOSPITAL DE BASE

Louvável o trabalho que está sendo realizado pelo conceituado médico Amado Rahal, diretor geral do Hospital de Base de Porto Velho, um dos maiores da região Norte do país. Tanto que, atualmente, o HB conta com 380 leitos e várias UTI´s, e mensalmente proporciona milhares de atendimentos gratuitos tanto para pacientes de Porto Velho, como de diversos municípios rondonienses e até dos vizinhos estados do Acre e Amazonas.

Conhecedor da dinâmica necessária em nosocômios do tamanho e dimensão do HB, Dr. Amado Rahal tem o respeito de médicos e corpo de servidores ali lotados, além do especial reconhecimento e carinho da maioria das pessoas que se valem dos atendimentos gratuitos proporcionados pelo Estado.
Atualmente, o HB oferece aos pacientes diversos tipos de tratamentos, cirurgias e exames de alta complexidade. Também atende uma gama de estudantes de medicina e de enfermagem que lá fazem parte de seus estudos práticos, numa parceria que vem apresentando benefícios a população rondoniense.
Detalhe: tudo feito com seriedade e alto senso de profissionalismo. Parabéns.

VÂNDALOS PREJUDICAM A POPULAÇÃO (1)

Parece até que a comunidade se tornou cúmplice de pessoas inescrupulosas que só vivem para destruir as coisas boas e indispensáveis à sua própria qualidade de vida, sobre modo, àquelas construídas pelo poder público federal, estadual ou municipal. Essa impressão ocorre em função de que, poucas vezes, nos últimos tempos, se ouviu falar que as Polícias Civil e Militar tenham flagrado e colocado atrás das grades vândalos que vivem destruído ou roubado as coisas que fazem parte de algum bem utilizado pela comunidade portovelhense.
Por causa disso, o que se vê são pichações por toda parte, principalmente, em estabelecimentos como: escolas, abrigos em paradas de ônibus, órgãos públicos, além de postos médicos, hospitais, clínicas, monumentos históricos, dentre outros.
Isso também está ocorrendo em estabelecimentos da iniciativa privada (vitrines de lojas, supermercados, farmácias, praças de alimentação, mirantes, galerias comerciais, casas de shows, clubes sociais e praças esportivas).
Soma-se a esse vergonhoso quadro a roubalheira de tampas de redes de esgotos (o que coloca em risco a vida das pessoas e também contribui para o aumento do número de acidentes de trânsito. Vários deles com vítimas fatais, conforme tem sido divulgado pelos órgãos de comunicação da Capital).
É óbvio que as polícias têm de deter esses vândalos, que na verdade são bandidos em potencial e pô-los atrás das grades enquanto é tempo. As autoridades não podem se omitir de deter esses celerados que tantos prejuízos estão causando aos cidadãos portovelhenses.

VÂNDALOS PREJUDICAM A POPULAÇÃO (2)

A população está cobrando uma resposta saneadora para a situação, por parte dos canais competentes, porque em praticamente todos os bairros de Porto Velho se vê dezenas de telefones públicos (orelhões) danificados. Também continua a roubalheira de fios da rede de iluminação pública (principalmente nas periferias). Os roubos também atingem à fiação e cabos utilizados nas linhas telefônicas, sem que os seus responsáveis sejam localizados pela polícia e postos atrás das grades.
Entretanto, a população precisa colaborar com as corporações de segurança, ou seja, com as polícias Civil e Militar, denunciando os vândalos que estão causando tais danos à coletividade. Essa colaboração é imprescindível à ação saneadora da Polícia.
A população, portanto, deve colaborar, posto que é dessa colaboração que tais bens públicos ou privados estarão a salvo da atitude malévola dos vândalos, principalmente porque através da destruição que estão fazendo, também fazem decrescer o nível da qualidade de vida de todas aquelas pessoas de bem que vivem em Porto Velho.

DECEPÇÃO: OBRAS CONTINUAM INACABADAS

A população de Porto Velho continua perguntando: quando é que a Prefeitura Municipal vai exigir que as empresas contratadas para fazer diversas obras (antes das eleições) concluam os serviços que ficaram pela metade e, que, até agora continuam prejudicando o trânsito, contribuindo para alagações, fazendo bueiros transbordarem, contribuindo para o aumento de acidentes de trânsito (inclusive com mortes), prejudicando a sinalização das vias públicas?
Mais: em certos trechos o asfaltamento não foi concluído; em outros estão surgindo matagais que se transformaram em esconderijo de marginais; em dezenas de esquinas as crateras e bocas de lobo continuam sem qualquer tipo de proteção à segurança dos transeuntes; vários trechos viários estão interditados há muitos meses; além de existirem muitas outras pendências que estão irritando os contribuintes, principalmente, em trechos que o asfalto já começa a ficar cheio de buracos pela péssima qualidade da massa asfáltica aplicada ao solo.
É o que se escuta por toda parte de Porto Velho.
Isso é uma vergonha.

CONJECTURAS POLÍTICAS (1)

Como dissemos nesta coluna, o “movimento” nos bastidores políticos é grande (embora não pareça), em razão da sucessão do governador Ivo Cassol, em 2010. Muitos já estão dizendo que o PMDB e o PT estarão “unidinhos”, no mesmo palanque. Outros dizem que haverá um “racha” e, tanto o PMDB quanto o PT poderão lançar candidaturas próprias ao governo, e que isso seria uma espécie de estratégia para, em havendo segundo turno, se unirem contra o grupo de apoio político ao governador Ivo Cassol.
Para muitos, isso faz sentido sim. Principalmente, porque ainda não se sabe quem Ivo Cassol irá apoiar na refrega eleitoral de 2010, com vistas à sua própria sucessão ao Palácio Presidente Vargas.

CONJECTURAS POLÍTICAS (3)

Já para alguns “especialistas da política tupiniquim”, se não houver nenhum acidente de percurso, (pois os adversários do governador aguardam com bastante expectativa a sua cassação este ano), o mesmo poderia obter a maior votação da história de Rondônia na disputa por uma cadeira de Senador, em razão do prestígio político que desfruta na maioria dos 52 municípios rondonienses.
Os mais otimistas dizem que, se a eleição fosse agora, Ivo Cassol obteria mais de 350 mil votos em razão do trabalho que vem desenvolvendo em setores como: estradas, agricultura, infra-estrutura administrativa, complexo administrativo e político na Capital, investimentos na conclusão de aeroportos no interior, conclusão de hospitais, construção, ampliação e reformas de estabelecimentos educacionais, pontes, aprimoramento do setor arrecadador estadual, redimensionamento do controle e regularização do patrimônio móvel e imóvel estadual, aumento dos efetivos das corporações de segurança pública, mais servidores para a Educação e Saúde, melhorias da rede de saneamento básico e de abastecimento de água potável em diversos municípios.
Porém, tem gente que acha que isso não é nada. Gente que acha que Cassol será mesmo cassado e aí se descortinará um novo “amanhã no cenário político” rondoniense. Sobre modo, porque não se poderia desconsiderar o “peso político” de “personalidades” como Natan Donadon e Melki Donadon, por exemplo. Só que esses dois, também estão correndo o risco de terem sérios problemas com a Justiça. Lembram?

CONJECTURAS POLÍTICAS (4)

Por outro lado é óbvio que os adversários políticos do governador sabem que terão de trabalhar muito e em torno de objetivos comuns, se quiserem ter chance de não vê-lo emplacar no comando do Estado o seu sucessor em 2010. É só lembrar que Cassol, até agora, foi o único governador que conseguiu se reeleger dentre todos os outros que o antecederam. Isso é uma verdade que está ante os olhos de todos. Portanto, só os idiotas e “jumentos da política” é que acham que isso é algo irreal, que não aconteceu e que Cassol não existe.
Por outro lado, a que se admitir que, se o governador vier a ser afastado do cargo o embate para a sua sucessão ganhará outra dimensão. Isso, também, é mais do que óbvio.

SUPOSTOS POSTULANTES

Por isso mesmo, já despontam nomes ao governo como: Valdir Raupp (Senador), Marinha Raupp (deputada federal), Confúcio Moura (prefeito de Ariquemes), Suely Aragão (ex-prefeita de Cacoal), todos do PMDB; Pelo PT: Fátima Cleide (senadora), Eduardo Valverde (deputado federal) e Roberto Sobrinho (prefeito reeleito de Porto Velho); José de Abreu Bianco (prefeito reeleito de Ji-Paraná); Expedito Júnior (senador); José Cahúlla (atual vice-governador), Ernandes Amorim (deputado federal), dentre outros de menor expressão política no Estado.
Cabe dizer: o “jogo” está só começando. Resta aos interessados fazerem às suas apostas. Sem esquecer que, tudo conspira a favor de que o interior eleja, mais uma vez, o futuro governador do Estado de Rondônia. Tudo porque na Capital a “fogueira das vaidades” há bastante tempo vem “queimando e dizimando” seus políticos mais importantes. Quer dizer, não se vê surgir um bom grupo político para se revezar no poder. Pelo contrário, parece que todos querem tudo para si e ao mesmo tempo. O resultado é o que aí está, ou seja, pelo menos até agora, não se vê um nome de peso na política portovelhense, capaz de superar o carisma de pessoas como: Bianco e Raupp, por exemplo.
Mas quem sabe surja algum até maio de 2010.
E não é só isso, é preciso ter estrutura, equipe e grana para bancar uma empreitada ao governo. Portanto, que os lisos desde já saibam disso, principalmente, aqueles políticos que até hoje ainda não pagaram suas dívidas com as pessoas que lhes ajudaram e depois ficaram a ver navio.
Mas talvez estejamos enganados. Não é mesmo?
Então o remédio é esperar com bastante calma e tomando caldo de galinha que sabidamente não fazem mal a ninguém.

CADÊ A VIGILÂNCIA SANITÁRIA ?

Vamos continuar batendo na tecla, pois como diz o adágio popular: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Pois é.
Parece que o pessoal da Vigilância Sanitária está dormindo de touca ou então estaria se omitindo no cumprimento de suas obrigações, no que diz respeito à defesa da saúde da população portovelhense. Isso está retratado na imundície que pode ser constatada nos banheiros e sanitários de diversos estabelecimentos que funcionam como boates, clubes de danças, discotecas, forrozões, pagadões e casas de shows em Porto Velho.
Nesses locais, além da ventilação interna ser péssima, salvo raras exceções, os fumantes e os não fumantes se espremem em espaços diminutos. Respiram o mesmo ar contaminado, num claro prejuízo à saúde. Tudo em meio ao odor nauseante que sai dos banheiros e sanitários provenientes de dejetos escatológicos e urina, suor e “aromas” de cremes para cabelos e perfumes diversos.
Em alguns desses locais, a imundície é tanta que a urina proveniente dos banheiros e sanitários chega a escoar para dentro das áreas de circulação onde as pessoas dançam e se divertem. Pior nessa vergonhosa situação é que, algumas dessas “casas de diversões públicas” cobram ingressos a preços que variam de R$ 5 a 30, por pessoa.
E apesar disso a Vigilância Sanitária nada está fazendo para coibir tais abusos.
Isso é uma vergonha.

ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/na-boca-do-povo-walmir-miranda-54976)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions