Rondônia, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 23 de Julho de 2011 - 13h11

Não tem volta: em público, Expedito nega qualquer aliança com Cassol em Vilhena

Dimas Ferreira


--------------------------------------

Os homens distinguem-se pelo que fazem, as mulheres pelo que levam os homens a fazer.

--------------------------------------
(Carlos Drummond de Andrade)

CABRA MODESTO

Dias atrás, o assessor de imprensa da Câmara de Vilhena, jornalista Márcio Lopes, quis fazer média com o prefeito Zé Rover (PP) num evento e lascou essa: “Chegou o melhor prefeito do Brasil”. O mandatário, conhecido pela ingenuidade, acreditou no elogio, mas tratou de corrigir o comunicador: “Do Brasil, não! Sou o melhor prefeito de Rondônia”.

AÇÃO... GRAVANDO!

Desde que foi revitalizado pelo então governador Ivo Cassol (PP), o cinema rondoniense vem se mostrando cada vez mais pujante. O estilo que consagrou a companhia artística da Assembléia Legislativa, na magistral atuação através da qual os cofres públicos eram saqueados, revela novos atores. Pelo menos uma figura de relevo no Governo Confúcio Moura foi filmada tentando se dar bem... Perdeu o cargo, mas não a esperança de atingir a fama, já que as imagens estão em poder até dos adversários do governador.

CABE MAIS UM

Ainda não está bem clara a estratégia a ser usada, mas entre os atuais deputados estaduais, a decisão já foi tomada: algum dos parlamentares vai ceder o lugar para Kaká Mendonça (PTB) que, apesar da ameaça da Ficha Limpa, no ano passado atingiu votação suficiente para deixá-lo na suplência.

NA MIRA

Corre sério risco um advogado de Vilhena que, por uma questão imobiliária, levou à justiça o dono de uma banca de jogo do bicho na cidade. Como a polícia fez um arrastão na região e acabou com a atividade, que rendia uma baba por mês, os chefões da jogatina suspeitam que a operação tenha o dedo do causídico encrenqueiro. Como se sabe, vingança de bicheiro é na bala. Portanto...

CUSTA MENOS

Se nada sair errado, uma experiência da Secretaria de Educação, iniciada em Vilhena, pode ser implantada em todo o Estado. Ao invés de contratar diretamente as empresas que fazem reformas e pinturas nas escolas, o Governo enviou a verba diretamente para as APPs. Com isso, só num colégio vilhenense (o Cecília Meireles) o serviço que sairia por cerca de R$ 90 mil se fosse feito sem a famosa briga de preços, vai custar a metade do valor. Tem empreiteiro chiando com a novidade...

NÃO TEM ESQUEMA

Falando em Seduc, o titular da Pasta, Júlio Olivar, adotou uma medida radical para se ver livre de trambiques: colocou na porta de seu gabinete um policial armado. E o sujeito tem carta branca para algemar quem se meter a besta de propor ilegalidades ali.

BELÉM, BELÉM...

Corre pelos quatro cantos de Rondônia o zumbido de que o ex-senador Expedito Júnior (PSDB) estaria se reaproximando do antigo (e também ex) amigo Ivo Cassol (PP), com quem quebrou o pau no ano passado. Em Vilhena, na semana passada, o tucano deixou claro que não tem reconciliação: prometeu, diante de dezenas de pessoas, que apoiaria qualquer candidato a prefeito na cidade, desde que o postulante não tenha ligações com Cassol.

É NOVATO, COITADO!

Mal falado que chega a dar pena, o prefeito de Cacoal, Padre Franco (PT), tem ao menos um consolo: uma universitária de Vilhena que cursa faculdade na Capital do Café fez uma pesquisa informal entre os colegas e descobriu que o vigário-alcaide ainda tem salvação. Segundo apurou a moça, a maioria dos acadêmicos acha que o religioso está com sua administração empacada porque se recusa a participar de esquemas. O que os entrevistados no levantamento se negam a responder é: melhor terminar o governo criticado mas limpo, ou esquecer os escrúpulos, recuperar a popularidade e partir para a reeleição?

CEGA, SURDA E...

Vai entender a justiça... Depois de muitas idas e vindas, quando parecia que a encrenca em que se transformou a eleição do prefeito-tampão de Cabixi estava resolvida, o caso empaca de novo. Decisão precária (liminar) do TSE manda que a escolha do novo mandatário seja direta, ao contrário do que havia anunciado o TRE. Periga não haver é votação nenhuma e o atual prefeito,” Bau” Barroso (PR), afastado por supostos abusos, retornar ao cargo e ali permanecer até encerrar seu mandato.

TERCEIRA VIA

Se articulando para emplacar um nome alternativo na disputa pela Prefeitura de Vilhena em 2012, o ex-deputado Nilton Schramm (PSB) tem preferência por Luizinho Goebel (PV), mas também acha que “a patroa”, Vera Paixão, seria uma alternativa viável. Se nenhum dos dois decolar, o socialista admite, com visível constrangimento, que o jeito será embarcar de novo na campanha do prefeito Zé Rover, que busca a reeleição. “Por uma questão de coerência, com o Melki é que eu não vou”, adianta.

------------------------------------------ACONTECEU------------------------------------------


 VEREADOR DESAFIA PM E TEM BRAÇO FRATURADO

Em 1994, quando o município de Chupinguaia ainda era distrito de Vilhena, a administração do então prefeito Ademar Suckel resolveu promover na região o Festival Distrital de Música (Festal). Uma das eliminatórias da competição artística aconteceria no povoado do Corgão. A equipe que organizava o evento seguiu para o local escoltada por uma patrulha da PM, já que havia o risco de encrenqueiros barbarizarem a festa.
E não deu outra: um dos que iniciaram os tumultos foi o jovem Toninho Bertozzi, que mais tarde se tornaria presidente da Câmara de Chupinguaia. Com umas a mais na cabeça, o rapaz chegou a ser detido várias vezes na sala de aula de uma escola municipal, que servia como carceragem. Mas, sempre que era libertado, o futuro parlamentar voltava a aprontar.
Decidido a pôr fim à baderna, a polícia decidiu algemar Bertozzi e trazê-lo para Vilhena. Como o sujeito era muito forte, saiu no braço com os policiais e foi aquela trabalheira imobilizá-lo. Quando já estava com as “pulseiras”, o preso soltou um grito:
- Olha a covardia... Me tira daqui, comunidade!
A comunidade se aproximou, mas um dos soldados deu um tiro de advertência para o alto, dispersando a multidão. Toninho foi jogado de qualquer jeito na carroceria da Toyota que era usada como viatura e transferido para a sede do município.  Chegou à cidade com um braço quebrado e precisou passar no hospital, antes de ser “fichado” na DPC. E o festival prosseguiu em paz.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/nao-tem-volta-em-publico-expedito-nega-qualquer-alianca-com-cassol-em-vilhena)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions