Rondônia, segunda-feira, 23 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Terça, 13 de Maio de 2014 - 09h00

Novo candidato

Gessi Taborda


Novo candidato

Tudo bem que em política, como dizia Millor, sempre se pode provar o contrário. Mas é possível que dentro de , duas semanas saia definitivamente o nome de um político tarimbado para disputar o governo ou o senado. Certamente, a entrada desse político na corrida sucessória poderá modificar o cenário desse momento. Quem é esse político? Pelo visto e ouvido, trata-se Odacir Soares, que foi um os mais significativos senadores rondonienses, onde brilhou em momentos ímpares da política nacional.
Diante de um quadro sucessório dominado, até o momento, por um candidato à reeleição (Confúcio) que sofre um desgaste e uma rejeição nunca vista, há mesmo espaço para Odacir, principalmente se a candidatura de Expedito for barrada no baile.
Se for indicado para disputar o senado, Odacir tem armas e experiências para ser uma barreira ao projeto de Acir Gurgacz, até agora praticamente sozinho nessa disputa. E tudo isso dependerá, é claro, do “dono” do PP, o senhor Ivo Cassol que, consta, está muito interessado em viabilizar esta alternativa.

PARABÉNS

Hoje é um dia especial para o colunista. Certamente meu filho Aldrin Willy Mesquita Taborda passará um dia recebendo os parabéns dos muitos amigos que têm no seu local de trabalho, no mundo acadêmico e jornalístico, espalhados pelo Brasil afora. Aldrin faz aniversário hoje e merece esse registro. Sou muito orgulhoso de ter um filho como Aldrin, principalmente pela sua solidez moral e seu privilegiado nível cultural.

À LA CONFUCIO

A (suposta) gestão do dr. Mauro está aparentemente seguindo os passos do governo do estado, no relacionamento com fornecedores da prefeitura. Alguns deles procuraram a coluna para reclamar “atrasos injustificáveis” praticados, com gente dizendo que não receber a vários meses. Alguns já estão meio acostumados a essa uruca, uma praxe comum na gestão do Estado.

PETROBRAS

Ao fim do primeiro trimestre deste ano, a defasagem dos preços do diesel e da gasolina praticados no Brasil em relação ao mercado internacional era de, respectivamente, 15,4% e 17,3%. Com isso, a perda com a importação dos dois combustíveis totalizou R$ 1,2 bilhão.

PROJETOS RONDONIENSES

A caravana esportiva do Programa Petrobras Esporte & Cidadania chega, nessa terça-feira (13/5), a Porto Velho. As atividades, oficinas gratuitas para representantes de entidades do terceiro setor, acontecem na Ello Eventos (Av. Guaporé, 2365, Lagoa), das 9h às 18h. O objetivo da caravana é capacitar e esclarecer dúvidas dos interessados na elaboração de projetos de esporte educacional, além de apresentar o regulamento da seleção do Prêmio Petrobras de Esporte e Educação 2014.
A seleção pública vai destinar R$ 45 milhões, em período de dois anos, para projetos alinhados ao segmento de esporte educacional nas cinco regiões do país.

DESIMPORTÂNCIA

Enquanto o prefeito da capital garante não ter recebido até agora, nenhum centavo das migalhas prometidas para a reconstrução daquilo que se foi nas águas do Madeira, o Ministério da Justiça enviou R$ 89 milhões para o Rio, dinheiro destinado a reforçar ações de segurança na Copa. E ai fica a pergunta: cadê o prestígio do Raupp, esse senador sentado na cadeira de presidente nacional do PMDB?

NA JOGADA

Nem todos os políticos rondonienses podem se manifestar em desfavor das hidrelétricas. Talvez seja por isso que Moreira Mendes, o deputado federal tem deixado em segundo plano a questão das responsabilidades do consórcio hidrelétrico na imensa cheia do Madeira. Moreira parece cada vez mais um aplicado garoto propaganda desse pessoal do setor elétrico. Não foi a toa que acabou indo curtir o carnaval carioca neste ano junto com um “tycoon” das hidrelétricas. Ele sabe como mexer o doce nessa seara. Moreira foi, também, defensor intransigente da Guascor quando iniciou sua coleção de cargos partidários em Rondônia.

COM RAZÃO

Rondônia está fora do roteiro da copa. E não poderia ser diferente: não temos estádio, não temos política de turismo e muito menos de desporto. E mesmo assim nosso povo parece antenado nesse negócio. Ontem fui perguntado no corredor da Assembleia sobre minha posição em relação aos movimentos que espalham pelo país contra a realização da Copa.
Respondi: “Sou totalmente a favor. O Brasil está gastando bilhões para fazer essa Copa, todos os estádios dobraram e triplicaram de preço, mas a saúde é uma vergonha; a educação é zero; a polícia cada vez mais assassina, mais violenta… Então eu tenho que ser favorável a essas manifestações!”.

PONTO FINAL

Sob a argumentação do deputado Maurão de Carvalho de que o pessoal do PP não aceita juntar-se a PT nessas eleições e de que se Ivo Cassol insistir nesse tipo de acordo boa parte dos liderados pelo (ainda) senador vão pular fora é preciso deixar claro que isso não passa de um pensamento sem respaldo. O deputado quer ser candidato a governador. O problema é que seu nome não decolou. E tem mais: o PP vai exatamente para onde Ivo levar. E, ao contrario do pensamento de Mauro, a maioria não vai sair coisa nenhuma. A liderança de Cassol é consolidada.

GRANDE VOTAÇÃO

Independente do jogo de vaidades existente internamente no partido de José Hermínio é fácil observar que seu prestigio sinaliza para uma grande votação. O deputado soube se destacar na presidência da Assembleia por sua postura combativa, sem baixar a cabeça para o rolo compressor do palácio e para as artimanhas dos “donos” de partidos que está negociando a formação do time para esta eleição. Os inimigos tentam diminuir Hermínio, mas ele não se afasta da atuação de defender o povo e a classe dos trabalhadores.

CERTIDÃO

Nenhum daqueles que dão pitaco sobre a situação da candidatura do ex-senador (cassado por condenação da Justiça) Expedito Júnior podem ser reconhecidos como juristas. Há muitas fontes (experientes) ligadas ao direito que continuam afirmando que Expedito não conseguirá registrar sua suposta candidatura. Ora, essa polêmica não ajuda o pretenso candidato. Por que então Expedito não exibe logo uma certidão da Justiça afirmando que ele poderá ser candidato, pondo fim ao prejudicial diz-que-diz do momento?

ÁGATA

Começou no último sábado, 10 de maio, a Operação Ágata em regiões fronteiriças em todo o Brasil. Em Rondônia a operação Ágata 8, além das  Forças Armadas, está tendo a participação da Receita Federal e Polícias Militar, Federal e Rodoviária Federal atuam para conter o contrabando, descaminho e o crime organizado na região de fronteira de Rondônia e Acre.

Em nossa região, a operação é diretamente subordinada ao Comando Militar da Amazônia, através da 17ª Brigada de Infantaria de Selva. Além de Rondônia e Acre, a 17ª responde também pelas operações no sul do Amazonas. Dentro dessa operação acontece também as Ações Cívico Sociais (Aciso) que leva, entre outros benefícios, atendimento médico, odontológico e hospitalar às pessoas mais excluídas de regiões de difícil acesso.

MOTE DO DIA

Não é a política que faz o candidato virar ladrão. É o seu voto que faz o ladrão virar político.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions