Rondônia, terça-feira, 21 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 09 de Julho de 2011 - 09h28

Prefeito de Vilhena se queixa de mamatas concedidas mas não fecha a torneira

RONDONIAGORA


-----------------------------------

"Você quer ser feliz por um instante? Vingue-se! Você quer ser feliz para sempre? Perdoe!"
(Tertuliano)

-----------------------------------


QUEM DESEMPATA?

A Justiça Eleitoral, naquela velocidade, levou quase três anos para afastar o prefeito de Cabixi, José do Rosário Barroso (PR), o Bau, acusado de crimes eleitorais no pleito de 2008. Defenestrado o alcaide infrator, o TRE mandou assumir o presidente da Câmara, Izael Dias Moreira (PTB), que tem 30 dias para reunir os colegas e eleger o “prefeito-tampão”. Aí surgiu a encrenca: como o próprio Izael quer concorrer, não pode votar e o destino do pequeno município ficará nas mãos de oito edis. E se der empate?

INTOLERÊNCIA

Não demora e a cidade de Vilhena vira notícia nacional. A covarde execução de um travesti esta semana se junta a outro crime bárbaro, cometido contra a mesma minoria, praticado há pouco mais de dois meses. Em época de leis contra a homofobia, estes ataques violentos revelam que, apesar das medidas para tentar estabelecer a civilidade, ainda há malucos em plena atividade.

DATA VENIA

A OAB de Rondônia foi á imprensa para criticar os cursos de Direito à distância, que não teriam a mesma qualidade oferecida em aulas presenciais. Como inscrito na ordem e já tendo passado pelos bancos escolares para pegar o canudo, concordo com o argumento. Porém, como advogado (do diabo, pelo jeito, né?), sou obrigado a esgrimir um argumento contra minha própria convicção: Nelson Mandela, o maior estadista vivo do mundo, se tornou advogado em curso à distância. Mais grave: como não havia internet em sua época de faculdade, o líder sul africano estudou Direito por correspondência.

ARRANCA-PENAS

Faltou pouco para que o ex-senador Chico Sartori (PSDB) e o ex-secretário de Meio Ambiente de Rondônia, Augustinho Pastore (PP) saíssem na porrada esta semana, durante a Expovil. Sartori teria dito barbaridades a respeito do senador Ivo Cassol, correligionário do estressado Pastore, que tentou reagir a muque. Não fosse a turma do “deixa disso” teria voado retalhos de bombacha e guaiaca no Parque de Exposições...

FUSÃO

O empresário Sérgio Massaroni (PSC), o Mamão, que já foi secretário de Fazenda em Vilhena, bateu na trave na última eleição para vereador, mas promete fazer melhor concorrendo ao mesmo cargo no ano que vem. Este colunista aposta que, de fato, o militante maçom conquista mesmo seu espaço no Legislativo. Além de ser bom de voto, Mamão ainda poder contar com um baita reforço: o ex-vereador Anísio Ruas (PR) quer desistir de concorrer para apoiar o amigo “bode”.

CONVIDA, DILMA!

Antes mesmo de começar sua campanha pelo Senado, o ex-governador Ivo Cassol (PP) já revelava aos amigos: tão logo desembarcasse em Brasilia, tentaria se abancar no Ministério dos Transportes, para onde levaria sua experiência no setor, responsável por consagrá-lo como o “Rei das Estradas” em Rondônia. Com a crise na Pasta após a saída do ministro Alfredo Nascimento, defenestrado em meio a suspeitas de corrupção, Cassol está com o caminho livre. Só falta a presidenta Dilma Rousseff (PT) fazer o convite.

BOLA CHEIA

Empresários locais devem anunciar nos próximos dias a criação de uma nova equipe de futebol na cidade. A idéia de fundar a Sociedade Esportiva Vilhenense nasceu junto com o desânimo provocado pelas  trapalhadas do presidente do VEC, o empresário Gaúcho do Milho. Os entusiastas do esporte estão se cotizando para bancar os custos iniciais do novo clube, que deverá disputar a segunda divisão do Estadual, a começar no segundo semestre.

ACORDA, ZÉ!

Beira a indecência a quantidade de gente sem trabalhar que mama na administração Zé Rover (PP) em Vilhena. Em conversas reservadas, o prefeito se queixa que alguns aliados estão lhe custando os olhos da cara. A reclamação faria sentido se o alcaide adotasse alguma medida para combater a farra com o dinheiro público. Mais grave que sustentar vagabundo, no entanto, é ter a surpresa de dar de cara com esses mesmos espertos nos palanques adversários no ano que vem. Esteja avisado, Excelência!

NA TOCAIA

A dubiedade do deputado Luizinho Goebel (PV) quanto à sua disposição para concorrer à Prefeitura de Vilhena deu nos nervos de um filiado do PSDB. Para saber se o parlamentar vai ou fica, o tucano acabou lhe dando uma prensa na semana passada. No escondido, Goebel teria dito: “Minha candidatura é 100% certa. Só não me lanço antes para o [prefeito] Zé Rover me deixar em paz”. Em qual Luizinho acreditar: no que jura lealdade ao mandatário ou no que diz que irá enfrentá-lo nas urnas?

SERÁ QUE ELE É?

Já o ex-prefeito Melki Donadon (PHS) não faz mais questão de esconder de ninguém: é mesmo candidato ao Palácio dos Parecis, sede do governo vilhenense. Em freqüentes arrastões pela periferia da cidade, o humanista garante está apto a concorrer, embora seus adversários tenham trocentos documentos que supostamente demonstrem que ele é “ficha suja”.

QUEM ACREDITA?

Falando grosso, o senador Valdir Raupp, comandante em chefe da milícia chamada PMDB, diz que o partido terá candidato a prefeito em todos os municípios de Rondônia. Não sei pelas bandas de lá, mas aqui em Vilhena, a legenda não tem quem botar na briga. A não ser que o senador barbudão resolva lançar dinossauros com o ex-governador Angelo Angelin ou o ex-prefeito Heitor Batista.

--------------------------------------------------------------------

ACONTECEU
--------------------------------------------------------------------

JORNALISTA RUBRO-NEGRO EM REDUTO GREMISTA

No ano passado, em visita a Vilhena, o jornalista Gerson Costa, editor do site Rondoniagora, resolveu assistir ao jogo de seu time, o Flamengo, numa das TVs do Recanto da Praça, tradicional reduto gremista na cidade, que disponibiliza quatro aparelhos que transmitem jogos simultâneos do Brasileirão.

Tomando sua cervejinha, o comunicador acompanhava a partida, quando freqüentadores do estabelecimento começaram a irritá-lo, torcendo pelo Vasco, adversário do rubro-negro naquela tarde. Reagindo à provocação, Gerson anunciou que, no jogo seguinte, torceria para o Internacional, que encararia o Grêmio.

Após a vitória do Mengão, o profissional de imprensa assistiu, aplaudindo e assoviando, no confronto seguinte, logo nos minutos iniciais da peleja, o Colorado enfiar o primeiro gol no tricolor gaúcho. Irritado com a vibração do cliente, o comerciante Itacir Dal Cortivo, gremista roxo, veio pessoalmente servir o jornalista. Trouxe cerveja quente e, de má vontade, ainda anunciou:

- Pra você é desta temperatura pra cima. Se não quiser, fique à vontade pra ir beber no La Varanda, onde o dono torce para o Inter...

O visitante achou melhor fechar a conta e sair de fininho, sob os olhares ameaçadores da torcida gremista.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions