Rondoniagora.com

Rondônia, 25 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Artigos

UM NOME COM AUTORIDADE

Terça-feira, 03 Junho de 2008 - 17:15 | CLUBE DA BIBLIA DA AMAZÔNIA


Mateus um é um capítulo de nomes, mas entre todos os nomes ali citados, o mais importante é o de Jesus. Esse nome foi dado à criança pelo próprio Deus (vs. 21, 25). Por isso o nome de Jesus está acima de todo nome (Fp 2:9, 10). Nenhum nome é tão elevado e tão exaltado como o nome de Jesus. Quer você odeie ou ame a Jesus, quer seja por Ele ou contra, mais cedo ou mais tarde perceberá que o nome de Jesus é um nome especial. E o nome exaltado de Jesus é para que possamos fazer muitas coisas.

Há um outro aspecto muito prático ligado ao nome de Jesus, porém desconhecido de muitos cristãos: o nome de Jesus é para invocarmos (Rm 10:13; 1 Co 1:2). Invocar é diferente de orar. A palavra invocar, quer em hebraico, quer em grego, significa chamar alguém pelo nome, gritar o nome de alguém. Assim, invocar o nome do Senhor é chamá-lo, é dizer seu nome para que Ele venha a nós. A Bíblia não diz que todo aquele que ora será salvo, mas diz que todo o que invoca o nome do Senhor será salvo (Rm 10:13). Se, ao pregrarmos o evangelho, ajudarmos as pessoas a invocarem o nome de Jesus, eles facilmente voltarão seu coração ao Senhor e serão salvos. Quando pregamos o evangelho, não devemos tentar mudar o pensamento das pessoas. Antes, devemos ajudá-las a abrir seu ser, seu coração, seu espírito e sua boca para invocar o nome de Jesus.

Há um outro aspecto importante: o nome de Jesus foi dado a nós para que possamos ser lavados, santificados e justificados (1 Co 6:11). Há uma questão fundamental nesse versículo: no nome e pelo Espírito. O nome está intimamente relacionado à Pessoa de Jesus fosse um nome vazio, como poderia lavar-nos? Como poderia santificar-nos e justificar-nos? Seria impossível. Porém, esse nome está ligado ao Espírito. O espírito é a pessoa do nome e a realidade do nome. Portanto, o nome pode lavar-nos, santificar-nos e justificar-nos. O Espírito é um com o nome. Jesus é o nome do Senhor e o Espírito é a Pessoa do Senhor. Quando chamamos o nome de uma pessoa viva, aquela pessoa viva, aquela pessoa vem. O nome de Jesus está ligado à pessoa que nos lava, santifica e justifica.

Há um outro aspecto muito prático ligado ao nome de Jesus, porém desconhecido de muitos cristãos: o nome de Jesus é para invocarmos (Rm 10:13; 1 Co 1:2). Invocar é diferente de orar. A palavra invocar, quer em hebraico, quer em grego, significa chamar alguém pelo nome, gritar o nome de alguém. Assim, invocar o nome do Senhor é chamá-lo, é dizer seu nome para que Ele venha a nós. A Bíblia não diz que todo aquele que ora será salvo, mas diz que todo o que invoca o nome do Senhor será salvo (Rm 10:13). Se, ao pregrarmos o evangelho, ajudarmos as pessoas a invocarem o nome de Jesus, eles facilmente voltarão seu coração ao Senhor e serão salvos. Quando pregamos o evangelho, não devemos tentar mudar o pensamento das pessoas. Antes, devemos ajudá-las a abrir seu ser, seu coração, seu espírito e sua boca para invocar o nome de Jesus.

Até mesmo para quem é cristão há muitos anos, a melhor maneira de tocar o Senhor Jesus, entrar em comunhão com Ele e desfrutá-lo, não é falar muito, mas ir ao Senhor e clamar: "Jesus! Jesus! Senhor Jesus!" Invoque o nome de Jesus e você provará algo do Senhor que é rico para com os que O invocam (Rm 10:12). Por fim, podemos também orar no nome de Jesus (Jo 14:13, 14; 15:16; 16:24). Isso não significa simplesmente fazer uma longa oração e concluir com as palavras "em nome de Jesus". Isso não está errado, mas ainda é incompleto. No entanto, se ao orarmos, praticarmos um pouco invocar o nome do Senhor, buscando Sua presença e direção, dentro de nós surgirá uma verdadeira oração gerada por Deus, que certamente será ouvida e respondida.

Jesus! Esse é o nome exaltado, honrado e respeitado por todos os que O amam; e é também o nome que o inimigo teme.( Fonte: LSM - Estudo Vida) )
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News