Rondoniagora.com

Rondônia, 30 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

IML tem 10 dias para identificar corpos e causas de mortes, diz diretor

Terça-feira, 04 Fevereiro de 2014 - 12:05 | RONDONIAGORA


IML tem 10 dias para identificar corpos e causas de mortes, diz diretor
O diretor do IML de Porto Velho, médico legista Genival Queiroga, disse em entrevista coletiva, que a identificação dos três corpos encontrados em Humaitá, ontem pela PF, pode levar até dez dias para ser concluída.

O reconhecimento dos corpos, no entanto, segundo o diretor, pode ocorrer ainda hoje, uma vez que será feita por familiares que estão no IML e irão ter acesso aos corpos.

Três legistas de Rondônia e dois do Ministério da Justiça, de Brasília, farão a autopsia nos cadáveres e irão comparar material genético colhido dos parentes. “A autopsia vai identificar a causa das mortes, mas não é 100%, porque o medico legista não é adivinho. A gente “conversa” com o cadáver, e geralmente pode identificar a causa da norte. A lei nos dá dez dias para concluirmos o relatório, antes disso, nada eu posso afirmar,”, disse Queiroga.

O diretor confirmou que os corpos deram entrada no IML de Porto Velho por volta das 2h30min da madrugada de hoje e foram removidos do IML para um hospital onde foram submetidos a raios-X. Antes da divulgação do relatório da equipe de legistas é possível que as famílias reconheçam os corpos. No entanto, observa o diretor, a confirmação científica depende da conclusão da necropsia.

Genival Queiroga ainda informou que os corpos apresentam bom estado de conservação, apesar do tempo de desaparecimento. Segundo ele, a umidade do local onde foram encontrados, colaborou para conservação da matéria.

O material genético colhido dos familiares e dos corpos, serão levados para Brasília pelos legistas do Ministério da Justiça, será feita a análise. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News