Rondônia, quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Terça, 29 de Março de 2011 - 18h58

PARA SECRETÁRIOS ERA 25%: CONFÚCIO FORMALIZA A SINDICATOS REAJUSTE DE 4,39% AOS SERVIDORES PÚBLICOS E SINDICALISTAS DENUNCIAM ENROLAÇÃO

RONDONIAGORA


PARA SECRETÁRIOS ERA 25%: CONFÚCIO FORMALIZA A SINDICATOS REAJUSTE DE 4,39% AOS SERVIDORES PÚBLICOS E SINDICALISTAS DENUNCIAM ENROLAÇÃO
O governador Confúcio Moura (PMDB) formalizou aos sindicatos de servidores públicos que vai encaminhar proposta para a Assembléia Legislativa concedendo reajuste de 4,39%, percentual inferior até mesmo da inflação oficial do ano passado, na ordem de R$ 5,92%. Confúcio diz que esse é o percentual que pode conceder e significa as perdas salariais dos últimos 12 meses. Na prática, Confúcio age com dois pesos e duas medidas. Nos últimos dias chegou a propor um benefício de 25% aos secretários como forma de “ajudá-los a pagar o aluguel em Porto Velho”.O presidente do Sindicato dos Servidores do Judiciário, Israel Santos Borges denuncia que Confúcio enrola. “O governador disse que conversaria conosco, mas isso ficou somente no discurso. Na prática, não conseguimos resposta do governo. Queremos dialogar para que depois, quando tomarmos uma atitude mais dura, não digam que fomos intransigentes”, destacou.

Ele afirmou, também, que o governador tem dito que os sindicatos devem conversar com os secretários. Acontece que, segundo o sindicalista, os assessores de primeiro escalão não têm poder de decisão, por isso esta seria uma forma de “empurrar a situação com a barriga”. As considerações de Israel Borges foram endossadas pelos demais presidentes de sindicatos e associações que participaram de reunião na Assembléia Legislativa com o presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo (PTB), de quem pediram apoio na negociação do reajuste salarial com o governo. Os sindicalistas alegaram estar difícil conversar com o governador e afirmaram que a questão do aumento estaria sendo “empurrada com a barriga”. O parlamentar explicou que o Legislativo não tem poder para definir índices de reajuste, mas se comprometeu em ajudar nas negociações. “Não vamos entrar na briga de ninguém em uma prorrogação, quando não é mais possível fazer nada. Se é para participar do jogo, que seja no começo da partida. Aviso que não cabe à Assembléia Legislativa aumentar salários de servidores do Executivo, porque os deputados não podem gerar despesas. Mas podemos nos sentar à mesa de negociações com o governador e o que for decidido será aprovado aqui. Só não vamos admitir que venha para ser votada na Casa uma proposta diferente do que for acordado”, disse Valter Araújo.

Participaram da reunião com o presidente da Assembléia Legislativa representantes do Sindifisco, Singeperon, Sinder, Intersindical, Sinsempro, Sindler, Simporo, Sindafisco, Saero, Sinjur, Sindsaúde, Sintraer, Asro, Sintec e Aspometron.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions