Rondônia, domingo, 22 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Terça, 14 de Junho de 2011 - 10h02

Servidor Público: ser ou não ser?

Ridison Lucas de Carvalho


Leia Mais
Convivo diariamente com muita gente que quer ser servidor público, sendo que os principais motivos são a segurança e estabilidade financeira.

Todavia, alerto a todos os concurseiros que, antes de decidir lutar pela carreira pública, atentem que SER SERVIDOR PÚBLICO SIGNIFICA “SERVIR AO PÚBLICO, À COLETIVIDADE”.

Parece até loucura, mas já me deparei com candidatos que passavam a impressão de que a aprovação significava a emissão de um bilhete para o “mundo da ociosidade”.

Gente, pelo amor de Deus, vocês vão passar e ter que trabalhar muito, fazendo jus ao vencimento/salário. E tem mais, tudo deve ser feito com rendimento, presteza e perfeição.

Prestem atenção no que vou dizer agora, o candidato estuda como um louco para passar num concurso público e obtém êxito. Será que o sonho já se realizou completamente? Pois é, passa ano e vai ano e a grande maioria acaba parando no tempo, pois a estabilidade gera acomodação e o servidor não procura mais estudar, se aprofundar na área de formação e logo perde a vontade de realizar novos objetivos.
A aposentadoria que, num primeiro momento, era motivação para estudar, acaba sendo a única coisa que o servidor público vê no horizonte da vida.

Ora, se a única motivação é o dinheiro, uma hora ou outra o serviço público vai se tornar um sofrimento terrível. Não vai ter mais graça acordar cedo e enfrentar um ambiente burocrático e repetitivo. Imaginem os dias em que o chefe está com problemas conjugais? Nossa! Aí é que vem o estresse, principalmente daqueles que lidam diretamente com o público.

Vocês querem saber o resultado dessa história?
Respondo que isso tudo acaba em frustração e o sonho acaba virando pesadelo.

De tanto sofrimento, o ex-concurseiro esquece que, para estar ali, aceitou “servir aos cidadãos” e, subvertendo totalmente as coisas, acaba por tratar mal as pessoas que buscam os órgãos públicos para pedir informações, resolver problemas, apresentar reclamações e etc.
Não estou dizendo que ser servidor público é o mesmo que morar no inferno, até porque eu não tenho rabo e não uso tridente (sou servidor público). Entretanto, antes de fazer concurso público pergunte a si mesmo se é isso que você quer pra sua vida (servir bem ao público). Comece pela sua casa, você tem paciência em servir a sua família? Se a resposta for negativa, é melhor procurar outra coisa para fazer, o mundo é grande e tem lugar para todos, basta descobrir sua habilidade pessoal.

Tem muito servidor público desmotivado e algo precisa ser feito.
Certa vez fui até um órgão público pedir com urgência uma simples certidão. Fui atendido por uma servidora pública que estava jogando paciência no computador, só que ela me disse que o documento seria confeccionado no prazo de 10 dias, pois era a norma da instituição.
Pensei comigo, poxa vida, bastava ela parar de jogar e digitar aquelas três linhas do meu documento, mas relevei.

Passados os 10 dias voltei lá e, para minha surpresa, adivinhem o que ela estava fazendo? JOGANDO PACIÊNCIA!!! E o pior, ela era a chefe do setor e responsável pela assinatura do meu documento. Como a aludida servidora pública não tinha feito nada (salvo jogar paciência), pediu que eu retornasse no dia seguinte. Assim fiz e, como do balcão dava para ver parte da tela do computador dela, novamente paciência... Mas ela digitou e assinou tudo na hora (levou cerca de 5 minutos). Ufa! Mas bem que poderia ter feito no primeiro dia em que fui lá.

Não tinha como passar por aquela situação e abaixar a cabeça, mas também de nada adiantava chorar, espernear, gritar, chamar os bombeiros, ressuscitar o Bin Laden, tampouco mandar uma carta para o Programa do Ratinho.

Diante daquela situação perguntei a ela: Senhorita, você é feliz? Incrível, a mulher ficou anestesiada, passou alguns segundos imóvel e seu olhos ficaram marejados. A resposta estava dada!

É isso que devemos observar, NA CONDIÇÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS SEREMOS FELIZES? Estaremos fazendo algo com prazer? Se a resposta por positiva, cole sua bunda numa cadeira e largue o pau a estudar. Caso contrário, procure algo que lhe trará felicidade. É como eu sempre falo, o nosso objetivo de vida não é ficar rico ou ter grandes propriedades materiais, mas sim SER FELIZ, AMADO(A) E TER PAZ.

Acredito que vocês devem estar se perguntando agora, Sr. dos Mnemônicos, você que sempre motiva seus alunos, vai, daqui em diante, dizer que ser servidor público não é bom?

    Caríssimos leitores, longe, mas muito longe disso.

    Sou servidor público desde 2001 e amo “servir ao público”. Não tem preço a satisfação de um cliente (cidadão) com a execução do seu serviço.

    Certa vez cheguei num local e a pessoa se mostrou nervosa e me tratou mal, dizendo o seguinte: “está achando que pelo fato de você ser autoridade pode fazer tudo”. Eu respondi: “Eu estou apenas no exercício da minha função”. Depois de alguns minutos o camarada abriu seu coração e me disse que sua filha era usuária de drogas e seu filho só queria saber de “cachaça”. Chegou a chorar! Se eu não tivesse paciência, não conseguiria cumprir minha missão e arrumaria alguém para me odiar, mas, pelo contrário, conversei com ele, executei minha tarefa e fui até convidado para uma churrascada (não fui).

    É isso!
    Muito obrigado!
    Que Deus abençoe a todos!
    Paz, luz, amor e felicidade!

Sr. dos Mnemônicos
Contato (palestras, dúvidas, elogios e etc.): e-mail/MSN (srdosmnemonicos@hotmail.com)


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions