Rondônia, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quinta, 02 de Junho de 2011 - 18h16

Superação: depois do susto, cá estamos, no “batente” profissional, neste RONDONIAGORA.COM

RONDONIAGORA


SAÚDE RESTABELECIDA E SUSTO SUPERADO (1)

O que foi um problema de saúde, super dimensionado por algumas pessoas desinformadas, ainda no início do mês de fevereiro, deste ano, que nos levou a procurar tratamento, imediatamente, já é algo superado. Graças a Deus! Por isso, é preciso agradecer a Deus Todo Poderoso e as pessoas amigas que temos. Hipotecaram atenção, apoio, respeito e solidariedade, nos aspectos pessoal e profissional.

SAÚDE RESTABELECIDA E SUSTO SUPERADO (2)

Entretanto, não poderíamos deixar de prestar, para com todas aquelas pessoas - (autoridades, colegas de trabalho, familiares e pessoas da comunidade), a nossa imensa gratidão. Gratidão, que é um dos sentimentos mais nobres que um ser humano pode carregar dentro si.
Até porque, gratidão, não é apenas dizer um muito obrigado, um Deus lhe pague, pelo sentimento de preocupação que alguém teve para com a nossa humilde pessoa. Essas coisas, embora sejam importantes, não representam tudo, não.

SAÚDE RESTABELECIDA E SUSTO SUPERADO (3)

A situação superada, no já distante mês de FEVEREIRO/2011, de repente, sem que tivéssemos sentido qualquer sintoma antecipado de algum tipo de enfermidade, e quando passamos a nos sentir stressado, sonolento, cansado e com grande indisposição física.
Bastava trabalhar um pouco mais, para o cansaço chegar e nos irritar excessivamente, posto que, estávamos acostumados a executar nossas atividades laborais por, no mínimo, dez a doze horas, por dia. E ainda sobrava disposição para prestigiar os eventos da sociedade, visitar familiares, amigos e “curtir” a vida, saboreando apetitosas “geladinhas”.

SAÚDE RESTABELECIDA E SUSTO SUPERADO (4)

A situação nos levava a questionar: o que é isso? O que é que está acontecendo conosco? Por que o que antes não sentíamos, agora teimava em nos causar tanta indisposição, fraqueza e sono incontrolável? Como alguém saudável, forte, com mais de 80 quilos de peso e bem alimentado podia estar sentindo tanto mal estar?
Não podia ser diferente. A preocupação aumentava, pois não encontrávamos respostas para as nossas indagações. Também porque, dantes, nunca havíamos passado por situação semelhante, ou seja, nunca havíamos adoecido ou necessitado de algum tipo de socorro médico, rápido e eficaz.

Também, porquê a nossa freqüência cardíaca, os nossos pulmões e a nossa pressão arterial sempre estiveram dentro do patamar que a medicina classifica de normalidade físico-orgânica.

SAÚDE RESTABELECIDA E SUSTO SUPERADO (5) 

Porém, como existe sempre uma primeira vez, somou-se aos problemas acima mencionados, de uma hora para outra, ou seja, no espaço de apenas três a quatro dias, uma anemia inexplicável que nos levou a um leito hospitalar, em Porto Velho e fora desta cidade.
Ter saído rapidamente à procura de tratamento foi algo acertado. Graças ao que, ao final de fevereiro, deste ano, nos recuperamos. E, porque passamos a cumprir fielmente à prescrição médica e alimentar. Tivemos que passar por uma reeducação alimentar. Tivemos de deixar de “encher a barriga” e passamos a ingerir alimentos mais saudáveis (ricos em proteínas, vitaminas e carboidratos). Não é preciso dizer que foi preciso praticar uma verdadeira reeducação alimentar, bem como, dar um pouco mais de descanso para o corpo após as jornadas de trabalho. Fizemos tudo certinho. Por isso, cá estamos, novamente, no nosso batente profissional.

SAÚDE RESTABELECIDA  E  SUSTO SUPERADO  (6)

Lamentamos, todavia, que aquelas pessoas que “torceram” contra a superação desse problema, que inclusive, nos afastou por alguns meses das atividades jornalísticas, agora estejam fazendo “beicinho” e dando uma de “madalenas arrependidas”, pelas tolices e inverdades que “plantaram” em meio à coletividade portovelhense. Erraram feio. Estão com a “cara no chão”. Chegaram até a nos confundir com ex-colegas que já faleceram, e que já não estão mais entre nós. Mas aquelas pessoas maldosas podem ficar tranqüilas, nós já as perdoamos, e também pedimos a Deus-Pai que as ilumine e perdoe. Até porque, a mentira, o ódio e o rancor, não são coisas de quem tem Deus no coração.

SAÚDE RESTABELECIDA  E  SUSTO SUPERADO  (7)

Aprendemos uma grande lição.
Aprendemos a dar mais valor a nossa saúde, a nossa família, ao nosso trabalho, aos verdadeiros amigos e amigas, que sempre nos apoiaram nos bons e maus momentos da vida. Gente corajosa, ordeira, trabalhadora, honesta. Gente que sempre fez e fará o melhor por si e por seus semelhantes.

Gente de valor como: Elianio Nascimento (advogado e jornalista), Gerson Costa (jornalista), Ivonete Gomes (jornalista), Ângela (administradora), Valter Araújo (parlamentar), Euclides Maciel (jornalista e parlamentar), Carlos Magno (deputado federal), Vanda, Ricardo, Mario Jorge (professor e assessor do estado), Veloso (Bacharel em Direito), Wilsinho (servidor público), Paulo Ricardo (jornalista), Dr. Amado Rahal (médico), Dr. Paulo Jorge (advogado), Capitão PM Jânio, Emílio Carlos (Técnico em Engenharia), Zezinho e Banda “Cobras do Cobras do Forró”, Dra. Jaqueline (advogada), Dra. Sandra Nunes (advogada), Dra. Lucélia (fisioterapeuta), Dra. Jucélia (advogada), Dra. Liliane (advogada), Epifânio (servidor público), Severino, Dévison (músico), Rizomar (empresário), Dr. Ruzimar (engenheiro), Lucivaldo Souza (radialista), Jairo (radialista), Dalton Di Franco (jornalista), Carlinhos Camurça (empresário), Augusto José (jornalista), Dr. Mírto (advogado), Pinguilíte (micro-empresário e radialista), Euro Tourinho (jornalista), Sergio Melo (jornalista), Emil Gorayeb (administrador de empresa e radialista), Coronel PM Carvalho, Coronel PM Valnir Ferro, Coronel PM Paulo, Coronel PM Maltez, Claret (empresário), Giomar (Bel. em Direito), Gilmar (Bel. Em Direito e empresário), Esmeralda Maria (irmã), Karina Tainá (sobrinha), Dr. Jean (HB), Auricélia Nascimento (servidora pública), Dr. Nery (advogado), Dr. Marcos (advogado), e muitas outras pessoas.
Porém, sempre terão a nossa atenção e o nosso respeito.  Incluímos entre estes nomes, diretores atuais dos hospitais: “HB”, João Paulo II, Ameron, e Santa Marcelina/Dr. Marcelo Cândia.
A todas essas pessoas, indistintamente, o nosso MUITO OBRIGADO!

O susto passou. A vida segue em frente. A lição foi bem aprendida, e a misericórdia de Deus foi maior ainda, porque sentimos que jamais Ele nos abandonou. Deus nos restaurou, integralmente, sem nenhuma seqüela física ou mental. Amém!

SAÚDE RESTABELECIDA  E  SUSTO SUPERADO (8)

Portanto, agora é sequenciar o trabalho, visando o bem estar coletivo em nosso Estado, onde grandes e pequenos, gente importante ou gente do povo precisam ser olhadas, em pé de igualdade, vez que, todos são iguais perante os olhos de Deus.

Também estaremos atentos ao progresso, ao desenvolvimento e a consolidação do município de Porto Velho, como um todo. Independente de colorações partidárias ou das riquezas materiais que cada um possua. Independente da cor da pele ou credo religioso que cada um professe como forma de manifestar a sua fé em Deus-Pai Todo Poderoso.

Faremos isso, com humildade e coragem. Como sempre fizemos, através da imprensa, pois esta é a lídima porta-voz dos cidadãos e cidadãs.

Imprensa que, mais do que nunca, foi, é, e sempre será, o arauto maior da sociedade composta por ricos e pobres, negros e brancos, pardos e amarelos. Estejam onde estiverem, pois as diferenças sociais são meros detalhes desta vida, fugaz e passageira.

MENORES INFRATORES Vs. BESTIALIDADES

A sociedade precisa pressionar o Congresso Nacional, assim como, os Poderes Executivo e Judiciário, no sentido de fazê-los entender o mais depressa possível, que é preciso dar um basta nessa história de se achar que menores bandidos, principalmente aqueles com reincidências delituosas e extensas “folhas criminais” continuem recebendo tratamento diferenciado em relação aos criminosos adultos, no que diz respeito ao que está em vigor dentro do ordenamento jurídico do País.
É graças a isso que eles se transformam da noite para o dia em verdadeiros monstros. Cometem toda sorte de bestialidades contra os cidadãos e cidadãs de bem. Afrontam as corporações de segurança e até mesmo a própria Justiça, e quando são flagrados, ou seja, quando são presos, em pouco tempo são colocados em liberdade.
A sociedade não agüenta mais esse despautério. Praticamente todos os dias a imprensa estampa crimes de estupros, assaltos, tráfico de drogas, seqüestros, agressões e assassinatos que são cometidos por menores. Essa história de “ressocialização” precisa ser redimensionada. Urgentemente.
O estado não pode e não deve mais continuar tratando esses criminosos da forma como vem ocorrendo, sob pena da situação sair de controle e mais tarde não mais se poder proteger a população contra a sanha animalesca desses “celerados”, travestidos de “anjinhos” do pau ôco.
Na realidade o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), precisa passar, também, por uma ampla reforma e adequação à realidade que aí está. Verdade ou não?

ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/superacao-depois-do-susto-ca-estamos-no-batente-profissional-neste-rondoniagora-com)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions