Rondônia, sexta-feira, 19 de julho de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quinta, 26 de Dezembro de 2013 - 07h58

POPULAÇÃO QUEIMA PRÉDIOS EM HUMAITÁ EM PROTESTO POR DESAPARECIMENTO DE TRÊS PESSOAS

Com informações de "A Critica" e "A Critica de Humaitá"


Milhares de pessoas revoltadas com o desaparecimento de três pessoas, sequestradas por índios da etnia “Tenharin” desde o último dia 16 promoveram um quebra-quebra na cidade de Humaitá (a 200 quilômetros de Porto Velho), no início da noite desta quarta-feira. Pelo menos 16 veículos foram incendiados por manifestantes, revoltados com a falta de informações e a uma suposta proteção dos indígenas por parte do Exercito. O prédio da Funai foi depredado. Manifestantes foram atacados pela Policia Militar com bombas de efeito moral e balas de borracha, mas não conseguiu evitar o incêndio a veículos e prédios que eram utilizados pelos índios no município.

Líderes da manifestação alegam que a Polícia Federal, o Exército e a Força Nacional foram omissos no momento de efetuarem buscas aos três desaparecidos que, segundo informações sigilosas foram assassinados, e tiveram seus corpos queimados e enterrados no meio do mato por dezenas de índios revoltados com a morte do cacique “IVAN TENHARIN”, ocorrido no dia 3 de dezembro na Rodovia Transamazônica. Os caciques das aldeias negam o fato, porém impedem qualquer tentativa de busca dos desaparecidos em suas reservas. As vítimas saíram em direção a Apuí e não chegaram a destino.

Estão sobre proteção do 54º BIS cerca de 60 indígenas e quatro caciques que estavam em Humaitá, efetuando compras de alimentos em grande quantidade para suas aldeias.

A revolta popular em Humaitá culminou com incêndios e destruição de prédios públicos federais. Pelo menos sete mil pessoas participaram da manifestação. Um barco da FUNAI também foi incendiado.

O caso

A reserva indígena tem oito aldeias e fica às margens da Transamazônica. Três pessoas seguiam pela estrada de Humaitá a caminho de Apuí: Stef Pinheiro de Souza é professor da rede pública municipal de Apuí; Aldeney Ribeiro Salvador é gerente da Eletrobrás Amazonas Energia em Santo Antônio do Matupi (Distrito de Manicoré); e Luciano da Conceição Ferreira Freire é representante comercial e mora em Humaitá.

A notícia foi confirmada pela empresa Amazonas Energia, que em nota informou ter acionado todos os órgãos governamentais como Funai, Polícia Civil de Humaitá e Polícia Federal de Rondônia para investigar o desaparecimento do funcionário.

Segundo informações extra-oficiais, há testemunhas que dizem terem visto cerca de 40 indígenas empurrando um carro com as mesmas características do qual viajavam as três pessoas, para dentro da aldeia por volta das 9h30 do dia 16 de dezembro, uma segunda-feira.

 photo cats2_zps9c1fc089.jpg
   

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/populacao-queima-predios-em-humaita-em-protesto-por-desaparecimento-de-tres-pessoas)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions