Rondônia, 18 de abril de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Após troca de tiros, polícia desarticula quadrilha especializada em roubar veículos

Terça-feira, 08 Novembro de 2016 - 08:59 | Do Rota Comando


Após troca de tiros, polícia desarticula quadrilha especializada em roubar veículos
Uma quadrilha especializada em roubos de veículos foi desarticulada pelas Polícias Militares e Civil, após uma denúncia. Foi confirmado o envolvimento de um presidiário que comandava o bando de dentro do presídio. Parte dos suspeitos foi presa enquanto tentava atravessar uma caminhonete de Ji-Paraná pelo Rio Guaporé, em Costa Marques, ao lado boliviano. Os demais foram presos em Ji-Paraná.



Otávio de Souza Araújo e Emílio Siye Ribeiro à margem do Rio Guaporé e confessaram que uma chata estaria aguardando o veículo para atravessá-lo. Ao chegar ao local indicado, os policiais foram recebidos a tiros. Ao revidar, os agentes atingiram dois que estavam na embarcação boliviana. Conforme a polícia, dois dos cinco tripulantes foram atingidos e caíram no rio. Na embarcação foram encontradas várias munições e cápsulas de calibre pontos 30 e manchas de sangue. Os feridos não foram localizados.

Foi realizado patrulhamento pelo Rio Guaporé com oficial da Marina Boliviana e um grupo de policiais. A voadeira usada pelos criminosos foi abandonada.

Com a prisão da dupla, a polícia obteve a informação que as vitimas, proprietárias da caminhonete roubada, estariam amarradas em Ji-Paraná. No local, foi presa uma terceira pessoa, identificada como Jefferson Alves de Souza. Ele manteve as vítimas sob a mira de uma arma calibre 32.

Segundo a polícia, foi descoberto ainda que o presidiário Edivaldo dos Reis Santos comandava a quadrilha especializada em roubo de veículo de dentro do presídio através de Whatsapp. A companheira dele, Rosângela Soares Dormido, era quem articulava e agia conforme as ordens de Edivaldo. Agentes penitenciários aprenderam na cela de Edivaldo, dois aparelhos celulares e droga.

Um outro acusado identificado por Anderson Alves da Fonseca que trabalha como mototáxi foi detido quando contactava via celular com os outros acusados confirmado pela polícia, o envolvimento e participação na organização criminosa de roubos a veículos transportados e negociados na Bolívia. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também