Rondônia, 27 de maio de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Sesdec admite aumento da violência, mas também vê redução em algumas cidades

Terça-feira, 08 Novembro de 2016 - 12:00 | Da redação


Sesdec admite aumento da violência, mas também vê redução em algumas cidades

No início deste mês, o Sindicato dos Delegados da Polícia Civil de Rondônia (Sindepro) divulgou que o número de roubos aumentaram 100% em 12 municípios do estado nos últimos cinco anos. A tabela faz referência aos anos a partir de 2010 até 2016. Em resposta, a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) reconhece o aumento da criminalidade e diz estar associado ao crescimento populacional.



Conforme o Sindepro, os números indicam que as cidades que mais registraram o aumento são Ji-Paraná, Cacoal, Porto Velho, Vilhena, Candeias do Jamari, Buritis, Costa Marques, Espigão do Oeste, Guajará Mirim, Itapuã do Oeste, Jaru e Mirante da Serra. A capital sai na frente com a diferença de 715 registros em 2010, 3.191 em 2015 e 2.095 este ano.

Confira a nota da Sesdec da íntegra

A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) informa que, de fato, foi observado um aumento no número de ocorrências de roubo nos últimos anos em alguns municípios. Número este que está associado ao crescimento populacional nestes municípios, em especial em Porto Velho, sendo grande parte dos registros é de roubo de aparelhos de telefone celular.

Analisando as estatísticas da Sesdec, também há registros de municípios onde houve redução no número de casos de roubos registrados, comparando 2010 a 2015, a exemplo de Nova Mamoré (-26,3 %), Santa Luzia (- 25%), Alta Floresta (- 13,0%), São Francisco do Guaporé (-12,5 %) e Pimenta Bueno (- 11,0 %).

De 2015 a 2016 pode-se citar que houve redução neste tipo de ocorrência em Ministro Andreazza, Nova Brasilândia, Alvorada do Oeste e Cerejeiras.

Por fim, esclarecemos que a Sesdec atua integrada às Corporações Policiais do Estado, Polícia Militar e Polícia Civil, de modo a buscar alternativas para reduzir este e os demais tipos de delito penal a patamares mais aceitáveis.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também