Rondônia, 02 de fevereiro de 2023
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

HOMEM PERIGOSO, VALTER ARAÚJO DETERMINOU EMBOSCADA CONTRA AGENTES DA PF

Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 - 14:50 | RONDONIAGORA com informações do MP


O deputado estadual Valter Araújo (PTB) é um homem extremamente perigoso e ordenou uma emboscada contra agentes federais no dia 25 de julho deste ano, informou nesta quarta-feira o Ministério Público de Rondônia. Valter Araújo sabia que um dos membros de sua quadrilha estava sendo seguida e foi flagrado determinando que homens armados interceptassem um veículo da Polícia Federal. Nada de pior aconteceu devido ao fato de que estava sendo monitorado por ordem judicial. Ao saberem, os agentes evitando o pior mudaram o plano. Em outra ocasião, diz o MP, Valter utilizando integrantes da organização criminosa do Detran, conseguiu descobrir que a placa do veículo que seguia um dos investigados da quadrilha era também da Polícia Federal. Ele acabou sendo preso no último dia 18 durante a Operação Termópilas.



O MP explica que a intensa e efetiva participação do deputado estadual Valter Araújo como líder de organização criminosa foi um dos motivos que levou a Polícia Federal e o Ministério Público de Rondônia, por meio do Centro de Atividades Extrajudiciais (CAEX) e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), a pedir à Justiça Federal e ao Tribunal de Justiça a autorização de transferência do deputado Valter Araújo da sede da Superintendência da Polícia Federal para o Presídio Federal em Porto Velho.

De acordo com o Ministério Público, a lei que regulamenta os presídios federais permite que não só presos definitivos, mas provisórios possam ser transferidos para tais unidades. Além disso, o deputado não poderia ser transferido para as unidades prisionais estaduais, uma vez que a quadrilha que liderava está enraizada em vários órgãos públicos, entre eles a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), a qual é responsável pelo sistema penitenciário estadual.

Valter Araújo estava na Polícia Federal desde o dia 18 de novembro, quando foi preso em flagrante, tendo inclusive sido apreendidas cinco armas de fogo em sua fazenda, durante a Operação Termópilas. Em sua permanência na sede da PF, foram registrados alguns incidentes como tentativa de entrada de um celular e a saída de um bilhete.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

OPERAÇÃO TERMÓPILAS: DESEMBARGADOR LIBERA SALÁRIOS DE VALTER ARAÚJO E DA ESPOSA

Relator dos procedimentos penais envolvendo acusados na Operação Termópilas, o desembargador Sansão Saldanha, do Tribunal de Justiça de Rondônia, m...

Movimento contra corrupção entrega abaixo assinado pedindo cassação dos envolvidos na Operação Termópilas

As 23 entidades reunidas no Movimento Unificado contra a Corrupção em Rondônia entregaram na tarde desta terça-feira ao presidente da Assembléia Le...