Rondônia, 16 de junho de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

TRABALHADORES ACUSAM GOVERNO DE MANDAR PM AGIR COM TRUCULÊNCIA EM JIRAU

Segunda-feira, 04 Abril de 2011 - 10:29 | RONDONIAGORA


Os representantes dos trabalhadores da usina de Jirau acusaram o Governo de mandar o batalhão de choque da Polícia Militar agir com truculência durante os conflitos no canteiro de obras. Segundo o relato, apresentando na noite de domingo a Comissão do Meio Ambiente, Fiscalização e Controle do Senado, o secretário de Segurança Pública, Marcelo Bessa, prometeu transporte para todos os cerca de 5 mil trabalhadores até a cidade de Porto Velho mas tão logo decolou no helicóptero, alugado pelo Governo, a PM respondeu os protestos com tiros de borracha e cacetete. O chefe da Casa Civil, Ricardo Sá, visivelmente nervoso, se mostrou surpreso as acusações e prometeu apurar o caso. “Não é determinação do Governo, vamos apurar e tomar as providências cabíveis”, explicou Ricardo Sá.



Um dos mais críticos ao consórcio de Jirau, o deputado estadual Valter Araújo (PTB-Porto Velho), presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia, lamentou o fato de que em Jirau não se tem acesso aos representantes legítimos para resolver os problemas. Ele chegou a falar com três pessoas diferentes quando esteve a frente do acordo para garantir a remoção e o emprego dos trabalhadores de Jirau. Por outro lado, ele elogiou o consórcio de Santo Antônio, que sempre encaminha os assuntos aos seus representantes oficiais.

Depois da reunião com os trabalhadores, a Comissão do Senado se reuniu a portas fechadas com os representantes dos consórcios de Jirau e Santo Antônio por mais de 30 minutos. Não se soube do conteúdo da conversa.

Café da manhã

Logo na manhã de hoje, a comissão esteve reunida com o prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT), e o governador Confúcio Moura (PMDB). Na pauta, as compensações e os valores já disponibilizados pelos consórcios. Em seguida, a comissão decolou para usina de Jirau e depois seguiria para Santo Antônio. Às 15 horas está marcada uma coletiva na Assembléia Legislativa.

Fazem parte da comissão os senadores Ivo Cassol (PP – propôs a visita), Jorge Viana (PT-AC), Blairo Maggi (PP-MT), Rodrigo Rolemberg (PSB-DF), Acir Gurgacz (PDT-RO) e Valdir Raupp (PMDB-RO). Acir não pôde participar da agenda na noite de domingo porque não conseguiu decolar do aeroporto de Ji-Paraná. Os deputados federais Nilton Capixaba (PTB-RO) e Carlos Magno (PP-RO) acompanham os trabalhadores também.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

OS RASTROS DA DESTRUIÇÃO: MAIS DE 50 ÔNIBUS INCENDIADOS; VEJA IMAGENS

 A PM de Rondônia contabilizou mais de 50 ônibus incendiados durante atos de vandalismo na Usina de Jirau. O esquema de segurança montado no local ...

RECOMEÇA REVOLTA EM JIRAU; CANTEIRO DE OBRAS É INCENDIADO

A revolta que parecia estar controlada foi iniciada novamente hoje quando alguns funcionários da obra foram presos acusados de serem líderes do mov...

TRABALHADORES AFIRMAM QUE OBRA DE JIRAU “ACABOU”

Revoltados por agressões e prisões efetuadas pela Polícia Militar um grande número de trabalhadores estão reunidos e ameaçam agora incendiar um pré...

PM RETIRA TRABALHADORES DE ÔNIBUS E MILHARES DE HOMENS CHEGAM A JACY-PARANÁ; COMÉRCIO É FECHADO

DO RONDONIAGORA EM JIRAU - A PM montou barreiras ao longo de toda a BR-364, no longo trecho entre Jacy-Paraná e as entradas da Usina de Jirau, dest...