Rondônia, segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quarta, 25 de Maio de 2011 - 12h16

PORTO VELHO: A CAPITAL PORCARIA DA CORRUPÇÃO - Por Ivonete Gomes

Ivonete Gomes


Na reportagem veiculada pelo programa Fantástico, da Rede Globo, o chefe da Corregedoria Geral da União do Rio Grande do Sul, Fabio Valgas, foi claro e direto ao responder em qual capital brasileira é mais grave a corrupção na saúde. “Porto Velho” - disse sem titubear o responsável pelas denúncias que culminaram em processo investigatório na Polícia Federal.

Para mostrar o quanto é nociva a roubalheira em setor que, em tese, deveria zelar pela vida e integridade física do cidadão pagador da mais alta carga tributária do mundo, a matéria jornalística usou como personagem a dona de casa Raimunda dos Santos. Vítima da diabetes, doença que atinge 7,6 milhões de brasileiros, a mulher entrevistada em maca no hospital João Paulo II denunciou a falta de remédios na rede pública. Raimunda dos Santos teve o dedo do pé amputado por complicações da doença agravadas pela falta do medicamento. A reportagem também denunciou o superfaturamento na compra de remédios.

A denúncia foi levada ao ar no último domingo, dia 22, e como resposta e satisfação à sociedade portovelhense, o prefeito Roberto Sobrinho (PT) deu-se ao grande trabalho de emitir nota oficial afirmando que Raimunda dos Santos é moradora do município de Machadinho do Oeste. Subentende-se que o petista, bom discípulo da oratória lulês do “eu não sabia”, deixou de ir atrás do secretário municipal de Saúde, Williames Pimentel, e perdeu o precioso tempo de trabalhador investigando a origem da dona de casa, usada pela reportagem da Globo apenas para ilustrar o que pode ocorrer quando o poder público está atolado em sujeira. Adepto de uma pescaria, Sobrinho talvez não tenha assistido a entrevista de Pimentel afirmando que  “faltar um medicamento de uma cesta de 80 medicamentos dispensado para o paciente gratuitamente não é uma falha”.

Tentar desqualificar uma reportagem atacando entrevistados, por vezes jornalistas, é tática costumeira de mandatários do Partido dos Trabalhadores para ludibriar a opinião pública. Desta vez, Sobrinho se deu mal. As obras paradas, mal executadas e a cidade imunda estão levando parte dos moradores da cidade à conclusão de que a denúncia do Fantástico é apenas a ponta de um iceberg. Resta o questionamento e devida resposta sobre o destino do dinheiro da arrecadação, repasse do FPM ( Fundo de Participação dos Municípios), verbas de compensação das usinas e de convênios com o Governo Federal chancelados pela companheirada nos ministérios.

Para o prefeito Roberto Sobrinho contra fatos há sempre argumentos, aparentemente muito bem aceitos no Tribunal de Contas de Rondônia. Na corte ninguém fala sobre os preços praticados na reforma da Praça Madeira Mamoré – cerca de R$ 12 milhões - , do recapeamento imoral de avenidas como Abunã e Calama, da quadra recém-inaugurada no conjunto Marechal Rondon que já apresenta rachaduras, das operações tapa buraco feitas fora das especificações técnicas, da falta de placas dessas obras informando valores e datas de início e conclusão e tantas outras falhas vistas a olho nu que o internauta pode colaborar denunciando na seção de comentários.

Lamentável, mas Porto Velho não foi destaque negativo apenas na Rede Globo. A edição desta semana da revista Veja coloca a cidade em primeiro lugar no ranking de “CAPITAIS PORCARIA”, destacando a cobertura de apenas 2% de esgoto sanitário, percentual alcançado ainda na gestão dos ex-prefeitos José Guedes e Chiquilito Erse.
Tudo indica certa tolerância e banalização da corrupção. Ninguém fala nada, ninguém explica nada. Basta um ponto facultativo e um feriado para que tudo caia no esquecimento. E que venham as novas eleições!


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions