Rondônia, sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 16 de Fevereiro de 2011 - 15h30

TRANSPOSIÇÃO NÃO É PRIORIDADE, DIZ SECRETÁRIO DE RECURSOS HUMANOS DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Assessoria Acir Gurgacz


“Empurraram com a barriga de novo!” com essa frase o senador Acir Gurgacz avisou ao Estado de Rondônia, através de seu blog e de seu twitter o resultado da reunião no Ministério do Planejamento nesta quarta-feira, às 15h. O senador se negou a comparecer à reunião e ligou, antes do encontro começar, para o secretário de Planejamento Duvanier Ferreira. “Num minuto ele disse para mim que estava tudo pronto para o decreto ser encaminhado para a Casa Civil. No outro minuto, ele disse na reunião que o decreto não é prioridade para o Ministério”, desabafou o senador. "Apesar de ter confirmado em telefonema comigo que o decreto da Transposição iria andar, seria encaminhado para a Casa Civil para publicação, o secretário de Planejamento Duvanier Ferreira disse, minutos depois na reunião que:
Leia Mais
MUDOU A MINISTRA, ELA ESTÁ SE INTEIRANDO DOS FATOS, DO PROCESSO DA TRANSPOSIÇÃO, TENTANDO ENTENDER A TRANSPOSIÇÃO E SUAS CONSEQÜÊNCIAS E QUE NÃO É UMA PRIORIDADE DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO".

Acir Gurgacz já havia falado à imprensa e desabafado em seu blog, na semana passada, que não perderia mais tempo em reuniões no ministério para discutir algo que não tem mais o que discutir. “A transposição não é mais uma proposta, nem um projeto: é LEI e tem que ser publicada”, afirmou o senador, na semana passada. Em seu blog (acirgurgacz.blogspot.com), Gurgacz até mesmo afirmou que se o problema do Ministério do Planejamento era levar o decreto à Casa Civil, ele mesmo (o senador) poderia fazer isso. “O impressionante é que o secretário falou comigo pelo telefone que o decreto seria encaminhado ainda hoje para a Casa Civil. Minutos depois, voltou atrás”, afirmou Acir Gurgacz. Para o senador, o ministério não deve mais discutir o assunto, e sim fazer valer a lei. “Se a questão é o corte de gastos do governo federal, este então é outro assunto, até mesmo porque Rondônia está aqui dentro do Brasil e também precisa fazer esse dever de casa. A transposição é nosso direito adquirido e deve ser garantido, e deve virar fato, e não história da Carochinha”, atacou Gurgacz, que já está marcando audiências com o ministro chefe da Casa Civil e com a ministra do Planejamento. “Tudo isso que está acontecendo é inacreditável. Não posso crer que os ministros estejam realmente cientes do que está havendo”, arrematou.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions