Rondônia, segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Domingo, 29 de Abril de 2012 - 20h26

CONTAS DE VALTER ARAÚJO CONTINUAM DESAPROVADAS NO TSE

RONDONIAGORA


Só falta o povo cobrar

As coisas estão bem claras, como mostrou o RONDONIAGORA neste domingo: há um grupo que já decidiu salvar o foragido e não vai votar pela cassação de Valter Araújo. Podem até existir pressões, mas o rabo preso desses parlamentares também tem muito a ver.

Ameaças


Vem do Cone Sul a denúncia que o deputado Luizinho Goebel, já fala como prefeito. Segundo um dos donos de uma recém-inaugurada casa de shows, a Old Ranch, o deputado não gostou quando não foi convidado a discursar antes do show de uma dupla sertaneja. Disse que iria fechar o estabelecimento assim que assumisse a Prefeitura de Vilhena.

Longe da Prefeitura

A verdade é que com a decisão de apoiar Valter Araújo, o sonho da Prefeitura fica bem longe para Luizinho. Isso quem diz é o povo. Mas ele pode experimentar apoiar o quadrilheiro...

O preço da demora

Há quase um ano, repousa sobre da mesa de um dos procuradores eleitorais em Brasília o recurso apresentado pelo deputado foragido Valter Araújo contra a desaprovação de suas contas da campanha de 2010. O processo chegou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 9 de junho de 2011, dando entrada no gabinete da ministra Carmen Lúcia. No dia seguinte foi enviada a PGE e até agora nada.

Várias irregularidades

Bem a tempo, antes que qualquer parlamentar fosse diplomado, o TRE de Rondônia fez sua parte e rejeitou as contas de Valter Araújo, exatamente em 7 de dezembro de 2010. O setor técnico descobriu as irregularidades que comprometiam a regularidade das contas: ausência de comprovação da regularidade das receitas estimadas e da quantidade, valor unitário do bem recebido e fonte da avaliação, bem como falta de apresentação das cópias da documentação fiscal emitida nos nomes dos doadores referentes às receitas estimáveis. Ou seja, entrou dinheiro, recursos sem que se comprovasse que de fato existiam doadores. Chama-se Caixa 2 isso.

A eterna demora

Portanto, se existisse mesmo seriedade nesse país, Valter Araújo sequer teria sido empossado parlamentar e assim não teria a oportunidade de comandar a quadrilha que agora, alguns deputados ainda teimam e mantê-la ativa.

Em Brasília


Os recursos de Valter Araújo em Brasília e que pedem sua liberdade estão assim: no Superior Tribunal de Justiça (STJ), depois que a ministra Maria Thereza de Assis Moura, o mandou soltar, ainda não definiu o parecer final para levá-lo ao plenário. As chances do foragido são poucas, exatamente porque fugiu e deixou claro que faria o mesmo no caso da execução penal, quando for condenado. O Supremo aguarda a decisão do STJ.

Promessas de novo

As obras dos viadutos abandonados em Porto Velho devem mesmo ser reiniciadas na próxima quarta-feira, como promete o prefeito Roberto Sobrinho. Faz parte da estratégia eleitoral para ajudar os aliados. Sobre o fim das obras isso é outra história, mas para quem conhece bem a situação da Prefeitura da Capital, sabe que vai acontecer algum problema, o prefeito vai assumir erros e a administração não vai culpar os irresponsáveis. Devolver o dinheiro então...

Piorando

A greve de médicos prometida para começar esta semana vai de fato comprometer o setor de saúde. Mas essa sim tem de tudo para ser declarada ilegal. Médico em Rondônia recebe bem, tem vários empregos e boa parte atua ainda em clínicas e planos de saúde. Se vão reclamar sobre a falta de estrutura, passaram da hora há muito tempo.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions