Rondônia, quarta-feira, 22 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quinta, 03 de Fevereiro de 2011 - 19h01

Muito preocupado com Rondônia, presidente nacional do PDT esquece de renovar provisória estadual - Por Ivonete Gomes

Ivonete Gomes


-----------------------------------------------------

“Não devem vingar as ameaças de expulsão contra o deputado estadual Saulo da Renascer (PDT-Ariquemes) por infidelidade”

-----------------------------------------------------

Fazendo biquinho

Confúcio Moura está entre a cruz e a espada. Os correligionários do seu partido exigem a saída dos petistas que ganharam cargos no Governo. Motivo: os deputados Epifânia Barbosa e Hermínio Coelho votaram no deputado estadual Valter Araújo (PTB – Porto Velho) para a presidência da Assembléia Legislativa e Ribamar Araújo preferiu se ausentar da sessão que elegeu a nova Mesa Diretora da Casa. Esquecem os asseclas do governador, magoados com a triste derrota, que o acordo do PT durante a campanha eleitoral foi para garantir a vitória de Confúcio Moura no segundo turno das eleições. Nas negociações não estava acertado que o Partido dos Trabalhadores seria um eterno subserviente.

Dívida ou calote

O governador blogou que o governo passado deixou uma dívida de R$ 170 milhões e, extra oficialmente, decretou moratória. Quem prestou serviço ao Governo de Rondônia através de contratos licitados na gestão passada vai receber ao bel-prazer da atual administração. Confúcio não explicou se são 170 milhões de Reais em dívidas, ou 170 milhões de Reais de desvios. Se for dívida, meu caro, use a arrecadação de janeiro para pagar quem o Estado deve. O Governo do Estado de Rondônia, assim como os demais, deve ser regido pelo princípio da impessoalidade. Não importa quem é o governador ou a qual legenda partidária pertença. Se o processo é lícito e o serviço foi prestado, pague-se a dívida. Agora, se for desvio, procure o Ministério Público e exija reprovação das contas junto aos conselheiros do TCE/RO.

Boas idéias

Espetacular a idéia do internauta Eliomar Martins, postada nos comentários da Caleidoscópio anterior. Em tempos de bolsa petista, ele sugere ao prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, a criação da BOLSA VOADEIRA.

PDT sem provisória

O senador Acir Gurgacz é tão preocupado com o PDT que esqueceu de renovar a comissão provisória estadual junto ao Diretório Nacional. Trocado em miúdos, a legenda não existe em Rondônia, pelo menos na esfera jurídica. Portanto, não devem vingar as ameaças de expulsão contra o deputado estadual Saulo da Renascer (PDT-Ariquemes) por infidelidade no caso da eleição do presidente da Assembléia Legislativa, Valter Araújo (PTB-Porto Velho).

Interesses escusos

Mas o PDT sempre serviu aos interesses próprios de seus dirigentes. A legenda nunca realizou eleição definitiva para a comissão estadual e os diretórios municipais. Foi assim nas gestões do ex-deputado Eurípedes Miranda, Dedé de Melo, Carlinhos Camurça e agora Acir Gurgacz. O pedetista histórico Mário Jorge, que sempre lutou para efetiva as eleições definitivas no diretório regional, sempre esbarrou na vontade dos dirigentes de manter o partido “debaixo do braço”. Sem sede própria, as reuniões do PDT são realizadas na Eucatur.

Vaidade e incompetência

O governador Confúcio Moura (PMDB) reúne o staff do Governo na noite desta quinta-feira. O chefe da Casa Civil, Ricardo Sá, está pendurado, faltando pouco para exoneração. Mostrou-se completamente fora do jogo político, sem habilidade com autoridades, especialmente com os deputados estaduais. Tem parlamentar que chega a ligar quatro vezes para o chefe da Casa Civil, que não retorna as ligações. Mas os problemas de Confúcio não se limitam apenas a Casa Civil. Na Seduc, Jorge Elarrat, não pisa nas nuvens porque não consegue, mas se pudesse... Trabalho que é bom, nem pensar...

Renascer...

O deputado estadual Saulo Moreira (PDT-Ariquemes) é conhecido por Saulo da Renascer porque desenvolve há vários anos projeto social que leva o mesmo nome. O projeto garante atendimento a crianças na áreas esportiva e educacional. No site da entidade (renascerariquemes.com.br) é possível observar a dimensão do trabalho do parlamentar.

A Nova Rondônia é um Cenáculo

Inteligente o artigo publicado no site Rondoniaovivo e assinado pelo jornalista  João Paulo Prudêncio. Tomo a liberdade de republicá-lo. Confira:

Mangabeira Unger seria egocentrismo de Confúcio, o blogueiro intelectual? – Por João Paulo Prudêncio

 O governador Confúcio Moura parece estar querendo transformar sua gestão no estado de Rondônia em um Cenáculo. Para quem não conhece o nome, Cenáculo foi o nome dado a um grupo de intelectuais portugueses que se reuniam no final do século XIX. Esses intelectuais nunca resolveram nada, porém em suas rodas de debates empíricos questionavam e deduziam dilemas e propostas que solucionavam todos os problemas do mundo, porém não passaram de poetas ébrios que não resolveram absolutamente nada.
 
Entre esses integrantes do “Cenáculo Rondoniense” está uma figura totalmente desconhecida do cidadão comum de Rondônia, Roberto Mangabeira Unger, advogado, professor da faculdade estadunidense de Harvard e ex-secretario de assuntos estratégicos na gestão do ex-presidente Lula.
 
Um currículo impressionante, porém Mangabeira Unger não faz parte do contexto político rondoniense, ele nunca visitou uma comunidade na zona da mata, nunca conheceu realmente uma escola pública em nosso estado, nunca pernoitou no hospital João Paulo II, nunca escutou as carências dos agricultores de Rondônia, enfim ele não conhece intimamente o estado de Rondônia, a não ser pelos seus entendimentos filosóficos. Sem contar que o próprio Mangabeira afirmou em um artigo publicado antes de ser convidado para ser ministro, que o Governo Lula era o mais corrupto da historia do Brasil.
 
Porém, mesmo o cidadão comum rondoniense não sabendo quem é Mangabeira Uger, o governador Confúcio Moura decidiu arcar dos bolsos da população um valor de R$ 9.224,64, para pagar passagem aérea Estados Unidos – Brasil – Estados Unidos, com direito a hospedagem no Rondon Palace Hotel, para anunciar que Mangabeira seria durante quatro anos o Coordenador da implantação do Programa Rondônia de Desenvolvimento, a um salário não divulgado. Na escuras, sem nenhuma transparência alardeada em campanha, sobrou para o rondoniense apenas imaginar quanto um profissional com o currículo de Mangabeira deve receber. Só imagine, porque se depender de Confucio, você contribuinte nunca vai saber quanto Mangabeira vai ganhar para "pensar" Rondônia.
 
Mas vamos pensar um minuto, senhor Confúcio é necessário trazer um intelectual que está habituado com a realidade dos Estados Unidos para definir um plano de crescimento em Rondônia?
 
Não seria mais favorável a população de Rondônia que ao invés de trazer intelectuais do lado cima do Equador que o senhor fosse a cada comunidade agrícola, visitasse os lideres de bairros, ouvisse as donas de casa, conversasse com os estudantes, entendesse a classe trabalhadora, e ai depois a par dos problemas começasse a analisar as soluções? Afinal não foi essa sua proposta de governo durante a campanha?
 
Ou será que o senhor está trazendo Mangabeira Unger para Rondônia apenas para alimentar seu ego de blogueiro poeta e mostrar que agora como governador faz parte da elite intelectual brasileira? Para finalizar os questionamentos,como pode o senhor falar aos quatros cantos do país que a saúde de Rondônia está em estado de calamidade e gastar quase R$ 10 mil reais para contratar uma pessoa que nem no Brasil mora?
 
O povo de Rondônia sabe das suas dificuldades e principalmente do que é preciso ser feito para solucionar esses problemas. O rondoniense que aqui vive não precisa de nenhum diploma de Harvad para saber que graves problemas intrínsecos no útero de nossa sociedade precisam ser mudados, o agricultor sabe o que quer, o trabalhador sabe do que precisa e o estudante sabe o que é necessário.
 
Porém o governador Confúcio Moura teima em tratar a população rondoniense como apalermados que precisam ser regidos urgentemente por uma nova ordem de diplomados cheios de empáfia que acreditam que o povo é gado e eles, apenas eles no auge do seus conhecimentos intelectuais sabem o quem é bom para nós.
 
Se não fosse isso, Confúcio Moura não pagaria dos nossos bolsos um homem que sequer conhecemos e que não nos conhece para dizer ou analisar o que nos falta e o que desejamos.
 
Excelentíssimo governador Confúcio Moura pode até pensar que a população de Rondônia não passa de débeis que não compreendem a profundidade da existência do ser na política e sociedade, mas não somos idiotas, então, por favor, pare de nos tratar como tal!


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions