Rondônia, sábado, 18 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Terça, 18 de Janeiro de 2011 - 14h10

Desvendado o mistério do Núcleo de Imaginação de Confúcio Moura - Por Ivonete Gomes

Ivonete Gomes


Desvendado o mistério do Núcleo de Imaginação de Confúcio Moura - Por Ivonete Gomes

____________________________

“O Núcleo de Imaginação Permanente é formado pelos três precogs, Confúcio Moura, o cunhado dele Assis de Oliveira e o senador Acir Gurgacz.Eles trabalham juntos e flutuam conectados a um tanque de fluido nutriente”.

____________________________


Nosso PT de sempre

Roberto Sobrinho e alguns de seus secretários se criaram em movimentos sindicais. Acamparam inúmeras vezes em frente a sedes de poderes e já levaram muito cassetete no lombo. Esqueceram. Agora no poder fazem o mesmo com quem protesta contra o arbitrário e abusivo aumento na tarifa de ônibus. Alojados pacificamente em frente ao Palácio Tancredo Neves, membros de vários segmentos da sociedade organizada, incluindo a Igreja, receberam a “visita” da Polícia Militar e foram convocados a deixar o local sob pretexto de estarem ferindo o Código de Postura do Município. É o jeito PT de ser, quando está fora do poder critica, dentro dele não aceita opinião contrária. Lembra bem o lema dos fascistas: Tutto nello Stato, niente al di fuori dello Stato, nulla contro lo Stato, "Tudo no Estado, nada fora do Estado, nada contra o Estado."

Roberto no PMDB

Com a morte do histórico Odair Cordeiro, aumentam as chances do prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT), migrar para os hostes do PMDB, mas quando concluir seu mandato. Os grupos contrários a Roberto, patrocinados pela senadora Fátima Cleide (PT-RO) e o deputado federal Eduardo Valverde (PT-RO), estão empurrando o chefe do Executivo municipal para outros rumos, fora dos quadros petistas. Roberto é apontado como principal culpado pelo fracasso do PT nas urnas.

Precogs

O Núcleo de Imaginação Permanente  do governador Confúcio Moura foi assunto badalado no Twitter e Facebook. Todo mundo se perguntando como será esse departamento, ligado a Secretaria de Assuntos Estratégicos. Como o assunto corrente é a imaginação eu fiz o dever de casa e conclui que o funcionamento do núcleo é semelhante ao sistema de segurança pública do filme Minority Report, do diretor por Steven Spielberg. É semelhante, caro internauta, porque aparentemente já está funcionando.

Assim é o Núcleo...

Os três precogs, Confúcio Moura, o cunhado dele Assis de Oliveira e o senador Acir Gurgacz, trabalham juntos e flutuam conectados a tanque de fluido nutriente, neste caso composto de muitas obras públicas, muitos cargos, marmitex e por aí vai. Daí a pouco eles tem a informação impressa em uma bola semelhante à de sinuca e lá se deparam com o nome SAÚDE. Segundos depois outra bola rola por um tubo cilíndrico, os precogs ficam pasmos quando lêem: HOSPITAL DE CAMPANHA. Eis a solução para o mais crônico problema de Rondônia. (Quem quiser conhecer mais sobre o filme, clique aqui)

Povo sem imaginação

Pena que o povo da Dilma não tem imaginação e decidiu respeitar o que dispõe a Lei 12.340. Como já havia antecipado em coluna anterior, não basta uma unidade federativa decretar Estado de Calamidade Pública, a União tem que reconhecer. O fracasso de Confúcio Moura nesta primeira investida para resolver o caos na saúde pode ser explicado em uma das seguintes opções:

1ª) Tinha conhecimento da lei, mas queria aparecer na Globo;

2ª) Tinha boa vontade para resolver o problema, mas faltou-lhe
competência;

3ª) Desconhecia ou não foi informado do conceito de Estado de Calamidade;

4ª) A imprensa, os técnicos da Dilma e a população serrana do Rio são os culpados.

Santo da casa alheia


O resultado do pedido de socorro de Confúcio não foi de todo ruim. O governo federal decidiu não montar o hospital, mas vai oferecer uma assessoria técnica a Rondônia. Segundo reportagem da Folha de São Paulo, técnicos do Ministério da Saúde estarão no Estado para iniciar esse trabalho. Maravilha! Toda ajuda é bem vinda. O Mangabeira foi contratado para coordenar projetos de desenvolvimento e os técnicos da União vão decidir o que fazer na Saúde.  A idéia é supimpa. Falta agora economizar demitindo esse bando de secretários inúteis e deslocar o corpo técnico do estado para trabalhar no Núcleo de Imaginação.

Nariz de Pinóquio

O governador Confúcio Moura (PMDB) prega economia aos cofres públicos em seu blog mas por trás auxiliares estão aditivando contratos firmados na gestão anterior. Nesta terça-feira, o chefe do Executivo prometeu não utilizar aviões em suas visitas ao interior do Estado e proibiu terminantemente os secretários e diretores. “... Nós somos pobres, bem acostumados com ônibus e o automóvel pra mim é muita coisa e me basta”, assegurou Confúcio, enquanto o cunhado, Francisco de Assis Oliveira, tratou de correr e estender contrato com a Jacaré Transportes Aéreos, que tem em seu hangar até um jatinho.  

Auxiliares vão de leito

Enquanto Confúcio diz que vai continuar usando os veículos para participar de compromissos no interior, ele determinou que seus secretários, diretores e demais servidores utilizem o ônibus leito para cumprir as missões oficiais. “Este negócio de viajar para o interior em missões de secretarias, ótima idéia, vá a Roviária e veja por la -  tem excelentes ônibus na noite, leito e tudo mais, água gelada, vc pode tomar l comprimidinho pra dormir e acordar em Vilhena numa boa”, desdenhou o governador.

Celular nem pensar

E quem trabalha para o Governo que trate de arrumar um celular de linha e pagar do próprio bolso. O governador Confúcio deve ter acatado sugestão  do Núcleo de Imaginação e mandou o coordenador Geral de Apoio à Governador, Gebrim Abdla dos Santos, negar o uso de telefones celulares pagos pelo Estado aos secretários e diretores. “Mande a metade apenas e avise que não tem mais”, determinou.

Deputados da quentinha

De marmita vazia, deputados estaduais eleitos procuram o primeiro cunhado, Assis de Oliveira, nesta terça-feira, para conversar sobre a eleição da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa. As negociações em torno dos nomes dos ungidos do Palácio Presidente Vargas passariam pelo fornecimento de 1 mil e 500 marmitex e cargos no Governo. Podemos estar às portas da legislação marmitinha.

Os culpados

Detesto sobremaneira esse discurso de culpa de início de governo. Para Piana, a culpa foi do Jerônimo Santana que deixou meses de folha atrasada; para Raupp o culpado foi Piana que endividou o estado; para Bianco o algoz foi o Raupp com o acordo das demissões; para Cassol, Bianco foi o culpado porque demitiu; para Confúcio, Cahulla e Cassol sãos os culpados. E nós, caríssimos, votamos em todos eles. Quando um governante é expurgado do poder é sinal de que o povo quer mudança. Cahulla não foi reeleito porque a maioria apostou no plano de governo de Confúcio Moura. Durante a campanha ele parecia conhecer e ter solução para os problemas do Estado. Colocou-se, em diversas situações, como o mais preparado de todos os candidatos para resolver o caos na saúde. Agora no poder, parece mais perdido que cego em tiroteio. Melhor parar com a ladainha e chororô, começar a trabalhar ou procurar um terapeuta.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions